10 mitos e verdades sobre a celulite

10 mitos e verdades sobre a celulite
Excesso de gordura pode influenciar a aparição de celulite (Imagem: Shutterstock)

A lipodistrofia ginóide, popularmente conhecida como celulite, é um problema famoso e recorrente entre as mulheres. “A celulite é uma inflamação do tecido adiposo, em que as células gordurosas sofrem um processo de alteração, apresentando excesso de gordura no seu interior e deformidade da sua parede. Essas irregularidades acabam se projetando na superfície, levando à formação de uma série de ondulações na pele”, explica a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

A médica ainda ressalta que a diminuição das fibras de colágeno pode agravar o problema. “O tecido de gordura é flácido e requer septos de fibrose (colágeno) para ser sustentado. Quando esse colágeno não é suficiente, surge a celulite”, diz a Dra. Paola Pomerantzeff.  O problema é muito mais comum em mulheres por conta do hormônio estrogênio, diretamente envolvido nesse processo de inflamação, mas os maus-hábitos também estão envolvidos, então, os especialistas costumam dizer que a causa é multifatorial.

Por isso, os dermatologistas Abdo Salomão Jr, Paola Pomerantzeff e a especialista em cosmetologia Cláudia Merlo destacam quais são os mitos e verdades com relação ao aparecimento e piora da celulite. Confira!

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

1. Celulite é uma condição genética?

Verdade. O fator genético é considerado uma das principais causas para a celulite. Conforme explica a Dra. Cláudia Merlo, médica especialista em Cosmetologia pelo Instituto BWS, o estudo recente publicado pela ‘Revista de Dermatologia Cosmética’ (JCD) mostrou que anatomicamente existem diferenças que justificam a maior incidência de celulite nas mulheres.

“A pele é composta por duas camadas de gordura (superficial e profunda), separadas pela fáscia superficial. Nos homens, há maior número de lóbulos de gordura subcutânea e maior número de bandas fibrosas, mais conexões fibrosas entre a fáscia superficial e a derme em comparação com o sexo feminino. Dessa forma, uma força maior é necessária para romper as conexões fibrosas e é justamente por isso que eles sofrem menos com a formação de celulites”, explica a médica.

2. Pessoas magras não tem celulite?

Mito. De acordo com a Dra. Cláudia Merlo, quando olhamos para uma mulher magra não realizamos uma avaliação de composição corporal, sendo assim, ela pode ter alto percentual de gordura e consequente celulite. “Não sabemos dos hábitos de vida dessa mulher magra e, além disso, do consumo de alimentos inflamatórios que ela ingere”, explica a especialista. O problema também aumenta com a idade, devido à perda de colágeno e de todas as estruturas de bandas fibrosas que compõem a pele.

3. Excesso de peso piora a celulite?

Verdade. Segundo o Dr. Abdo Salomão Jr., basicamente, os hormônios femininos predispõem gordura nas regiões dos quadris e coxas, e onde existe um acúmulo maior de gordura, existe maior probabilidade da instalação de celulite. “A gordura comprime as veias e os canais linfáticos, o que causa um inchaço no local. Então, a região, com pouca circulação, agrava mais ainda a celulite. A partir daí, surge um círculo vicioso que, se não for tratado corretamente, pode permanecer para sempre”, explica.

4. A celulite só aparece depois dos 25 anos?

Mito. A Dra. Paola Pomerantzeff explica que ela pode aparecer a qualquer momento. “Geralmente acontece após a puberdade, quando os níveis de estrogênio aumentam, porém, pode surgir em outras épocas se houver sedentarismo e/ou aumento da gordura localizada”, diz a médica.

Mulher bebendo refrigerante
Açúcar e sódio dos refrigerantes afetam a circulação e aumentam as células gordurosas (Imagem: Shutterstock)

5. Refrigerante piora a celulite?

Verdade. Os refrigerantes contêm alta concentração de açúcar e sódio. “O açúcar aumenta a gordura localizada e o sódio aumenta a retenção de líquidos, piorando a circulação local. Não apenas os refrigerantes, como todos os alimentos com alto teor de açúcar e gordura podem agravar as celulites, pois aumentam as células de gordura”, explica a Dra. Paola.

De acordo com a Dra. Cláudia Merlo, outros dos principais “hábitos ruins” relacionados ao desenvolvimento e piora da celulite são: dieta inflamatória (com consumo de alimentos de alto índice glicêmico), sedentarismo, obesidade e baixa ingestão hídrica.

6. Fumar contribui para aparição de celulite?

Verdade. Segundo a Dra. Paola Pomerantzeff, o cigarro afeta as funções do organismo e por isso pode influenciar o desenvolvimento da celulite. “As substâncias tóxicas do cigarro acometem diversas funções do organismo, piorando a oxigenação e microcirculação da pele, o que diminui a produção de colágeno e promove o acúmulo de gordura localizada”, diz a médica dermatologista.

7. Beber água ajuda a combater a celulite?

Depende. Conforme explica a Dra. Cláudia Merlo, o aumento da ingestão de água ajuda a eliminar toxinas do organismo, que influenciam para uma boa qualidade da pele. “O ideal é ingerir, no mínimo, 2 litros de água por dia”, diz a Dra. Paola. 

Mas essa não é a única solução do problema, a Dra. Cláudia Merlo destaca que a mudança no estilo de vida também deve ser adotada. “Dieta, exercícios físicos e drenagem linfática são altamente indicados para tratar a celulite”, conta.

8. Roupas apertadas causam celulite?

Depende. A Dra. Paola explica que o uso de roupas apertadas não causa celulite, mas pode agravar a celulite existente, uma vez que piora a circulação linfática e sanguínea. “Isso causa retenção de líquidos e piora a microcirculação local. Se você está tentando se livrar das celulites, dê preferência para roupas mais confortáveis”, diz a médica. 

“Já as meias de compressão podem ajudar desde que sejam orientadas por especialistas vasculares, pois são inúmeras características de compressão da meia, portanto o uso é individualizado”, completa a Dra. Cláudia Merlo.

9. Cremes tópicos ajudam a tratar a celulite?

Mito. De acordo com a Dra. Cláudia Merlo, os cremes em cosméticos para celulite não são capazes de tratá-las. “[Os cremes] não conseguem atingir camadas profundas, onde está a gordura, sistema linfático e traves fibrosas, que são estruturas relacionadas com a causa da celulite”, destaca.

No entanto, segundo a Dra. Paola Pomerantzeff, produtos que contenham princípios ativos como cafeína, cafeisilane c, ginkgo biloba e chá verde, podem ajudar. “Esses cremes devem ser aplicados diariamente nas áreas do corpo afetadas com celulite através de massagem rigorosa. Mas a melhora do aspecto da pele é esperada com os tratamentos em consultório”, diz a médica.

10. Os resultados dos tratamentos anti-celulites são definitivos?

Mito. A Dra. Cláudia Merlo enfatiza que, quanto aos resultados, é esperada a melhora da textura da pele e a redução dos relevos da pele. “Esse resultado não é definitivo, pois a celulite tem causas multifatoriais então podem surgir novas ao longo da vida”, conta.

Por Guilherme Zanette

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.