5 dicas para melhorar os resultados de tratamentos estéticos

5 dicas para melhorar os resultados de tratamentos estéticos
Estilo de vida influencia o resultado de procedimentos estéticos (Imagem: Shutterstock)

Os cuidados com a pele são essenciais, principalmente após a realização de procedimentos estéticos. Alguns são delicados e requerem atenção especial no pré-tratamento para atingir os resultados esperados e potencializar os efeitos. Portanto, adotar um estilo de vida saudável é essencial, pois ajuda a aumentar as defesas da pele contra possíveis inflamações.

“Toda cirurgia ou procedimento que desencadeia um processo inflamatório necessário para a cicatrização e reparo dos tecidos como consequência gera um aumento de radicais livres e diminuição de defesas antirradicais livres do nosso corpo. O pré-operatório consiste em preparar o paciente para esta inflamação, diminuindo a produção de radicais livres e aumentando as defesas”, explica a cirurgiã plástica Beatriz Lassance, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. 

A cirurgiã plástica cita algumas atitudes que contribuem para o equilíbrio e o sucesso dos procedimentos estéticos. Confira!

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

1. Alimentação saudável

Alimentação saudável e equilibrada faz toda a diferença. “Para esse fim, a dieta consiste em retirar alimentos considerados pró-inflamatórios como açúcares, farinha branca, produtos industrializados e aumentar a ingestão de alimentos anti-inflamatórios como frutas, verduras, fibras e cúrcuma”, explica a cirurgiã plástica.

A médica ainda ressalta que ingerir proteínas na medida certa é fundamental para a produção de colágeno. “Por isso, orientamos um consumo adequado de proteínas. Uma conta simples é que precisamos de 1 a 1,5 g de proteínas por kg de peso por dia para manter a necessidade diária sem prejuízo de nenhuma função. Se existe um preparo físico para hipertrofia muscular, essa recomendação pode chegar a 2,5 g por kg de peso por dia”, recomenda a Dra. Beatriz Lassance.  

2. Praticar exercícios físicos

Segundo a médica, a atividade física acelera o metabolismo e diminui o desequilíbrio de estresse oxidativo. “O exercício físico de moderada intensidade aumenta um pouco a quantidade de radicais livres, mas provoca uma produção ainda maior de antirradicais livres. Ou seja, estimula nosso sistema antioxidante”, acrescenta a especialista.

Mulher deitada em uma cama dormindo
Qualidade do sono é fundamental para manter a beleza da pele (Imagem: Shutterstock)

3. Dormir bem

Dormir bem é fundamental. “Pode parecer exagero, mas é verdade. Pacientes com insônia apresentam maior estresse oxidativo. Nossa avó já falava sobre o sono da beleza, dormir emagrece, a gente cresce enquanto dorme. Sim, tudo isso é verdade, um sono reparador, de boa qualidade é antioxidante. Se preciso, procure ajuda profissional”, explica a cirurgiã plástica.

4. Evitar estresse

O aumento de níveis de cortisol de maneira crônica está envolvido com o aumento de marcadores de estresse oxidativo. “A vida diária, o trabalho, cuidados com a família muitas vezes não podem ser alterados. O controle pode ser feito com medidas para interromper estes ciclos, como meditação, exercícios físicos, atividades prazerosas, de preferência saindo da rotina”, explica a médica.

5. Interromper o uso de substâncias tóxicas

O uso de substâncias como o cigarro e o álcool deve ser interrompido. “Essas substâncias estão diretamente relacionadas com inflamação, com aumento da produção de radicais livres e diminuição de defesas antirradicais livres”, diz a Dra. Beatriz Lassance.

Por Paula Amoroso

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.