A brilhante carreira de Raul Seixas

A brilhante carreira de Raul Seixas

O Artista deixou um rico legado para o rock brasileiro

Raul Seixas é considerado um dos maiores nomes do rock brasileiro. O cantor ganhou o público ao unir o som vibrante do rock com ritmos nordestinos, crítica social e política, misticismo, entusiasmo e aventura.

Início do Maluco Beleza no mundo da música

O Maluco Beleza, como é conhecido até hoje, nasceu em Salvador, na Bahia, no ano 1945. Durante a adolescência, em 1962, criou a banda Relâmpagos do Rock, ao lado dos irmãos Décio e Thildo Gama. Tempo depois, o grupo passou a se chamar The Panters e, posteriormente, Raulzito e os Panteras. O primeiro álbum, Raulzito e os Panteras, foi lançado em 1968. No entanto, eles não tiveram sucesso com o disco. 

Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das Dez

Em 1971, o músico foi convidado para trabalhar como produtor na gravadora CBS, onde produziu e compôs com Jerry Adriani, Renato e Seus Blue Caps, Trio Ternura, Sérgio Sampaio, entre outros. Naquele mesmo ano, Raul Seixas, Edy Star, Sérgio Sampaio e Miriam Batucada lançaram o disco Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das Dez.

VII Festival Internacional da Canção

Em setembro de 1972, Raul chegou às finais do VII Festival Internacional da Canção, evento de música da Rede Globo, com as músicas Let Me Sing, Let Me Sing e Eu Sou Eu Nicuri é o Diabo. A repercussão positiva resultou em um contrato com a gravadora Philips. Era o início do sucesso da carreira musical do Maluco Beleza.

Krig-h, Bandolo!

Em 1973, ele lançou o disco Krig-h, Bandolo!, feito em parceria com Paulo Coelho, escritor e  grande amigo do cantor. O álbum com as músicas Ouro de Tolo, Mosca na Sopa e a lendária Metamorfose Ambulante, tornou-se um grande sucesso no Brasil.

Ditadura Militar

Em 1974, Raul Seixas produziu o álbum Gita, também com a colaboração de Paulo Coelho. Paralelamente, o músico e o escritor trabalhavam na criação da Sociedade Alternativa, uma sociedade baseada nos preceitos do ocultista inglês Aleister Crowley. Por causa disso, os dois foram presos pelo DOPS (Departamento de Ordem Política e Social) e exilados nos Estados Unidos.

Outros sucessos

Após retornar ao Brasil, o artista lançou outros grandes sucessos, como Novo Aeon, Há 10 Mil Anos Atrás, Raul Rock Seixas, O Dia Em Que a Terra Parou, Mata Virgem, Por Quem os Sinos Dobram e Abre-te Sésamo.

Último trabalho

A Panela do Diabo, último disco de Raul Seixas, foi lançado dois dias antes de sua morte. O cantor morreu no dia 21 de agosto de 1989, em São Paulo. Segundo os médicos, foi vítima de parada cardíaca decorrente de doenças como pancreatite aguda, alcoolismo e diabetes.

Laleska Diniz

Jornalista com formação pela PUC-SP. Apaixonada por produção de conteúdo, trabalha há quase 4 anos com comunicação. Na EdiCase, produz textos sobre os mais variados assuntos para revistas impressas e digitais, portal de notícias e Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *