Carreira: atitudes que ajudam e prejudicam sua imagem

Carreira: atitudes que ajudam e prejudicam sua imagem
Ações importantes para o seu crescimento profissional

Principais erros no ambiente de trabalho que podem comprometer o seu crescimento profissional

Etiqueta não é apenas um monte de regras chatas que só existem para complicar a vida das pessoas. As regras e bons costumes foram desenvolvidos durante anos para melhorar a convivência entre todos.

O ambiente de trabalho é um dos principais lugares onde a etiqueta deve ser levada a sério, pois nesse local suas atitudes são mais observadas e contam muito para alcançar o sucesso profissional. Erros e gafes podem ser o motivo pelo qual você não consegue uma promoção desejada.

Você faz a imagem da empresa

Para crescer profissionalmente dentro de uma empresa, obviamente que o seu desempenho e suas habilidades contam muito, mas não basta cumprir as funções com excelência, se não sabe se comportar em entrevistas, reuniões e no dia a dia.

Atitudes inadequadas dos representantes de uma empresa podem criar uma má imagem para ela. Dessa forma, os diretores pensarão duas vezes antes de promover o funcionário a um cargo de maior responsabilidade.

Atitudes que também contam

As pequenas atitudes também são muito relevantes dentro de uma empresa, como a forma que você utiliza o e-mail corporativo, as redes sociais, o telefone, o modo que você se relaciona com os colegas, entre outras coisas.

Utilização do e-mail corporativo

De acordo com o fundador e diretor geral da Elevartis, Guilherme Rego, o funcionário não deve utilizar o e-mail corporativo para fins pessoais, pois por meio dele, ele representa a empresa. É mais apropriado que a pessoa reserve alguns minutos do dia para entrar no e-mail pessoal.

Juliana Rizo, diretora executiva do Posh My Style concorda e acrescenta que, “quando enviamos uma mensagem através do e-mail corporativo, estamos representando a empresa. É como se mandássemos uma carta com papel timbrado”.

Segundo ela, não é indicado utilizar o “e-mail corporativo para enviar correntes, piadas ou outros assuntos que não tenham relação com a empresa e não agreguem em nada no trabalho de seus colegas”.

Cuidado com o tamanho do texto

Existem outros pontos que merecem cuidados quando o assunto é o e-mail corporativo. Evite escrever textos muito longos. “É importante saber resumir, dependendo das pessoas para as quais está enviando. Se você precisa enviar um e-mail com um nível técnico, tudo bem, mas na maioria dos casos é desnecessário. O e-mail deve conter apenas informações essenciais, tem o objetivo de ser rápido”, enfatiza o fundador da Elevartis.

Atenção com os erros de português

Outro cuidado importante para se ter em relação aos e-mails é com os erros de português. É essencial que o funcionário releia o que escreveu antes de enviar, pois ele está representando uma empresa, deve ser claro, objetivo, correto e educado.

Uso do celular no trabalho

Algumas atitudes no trabalho devem ser moderadas pelo bom senso de cada um. Por exemplo, atualmente o celular é um item indispensável do dia a dia de cada um, por isso é comum que você deixe o aparelho ligado durante o expediente, mas alguns cuidados devem ser tomados.

“Os aparelhos de telefone celular podem e devem ficar ligados dentro da empresa, já que vários assuntos profissionais são resolvidos por telefone. Mas não podemos atrapalhar a concentração das pessoas ao redor com toques altos e indiscretos, o ideal é que se utilize o modo vibrar”, aconselha Rosana Fa, autora do livro Postura Profissional, publicado pela Qualitymark Editora.

Utilize com moderação

O fundador e diretor geral da Elevartis, Guilherme Rego, ressalta que é preciso utilizar o celular pessoal com moderação. “Você tem família, é natural que você atenda o celular. Claro que você não vai passar três horas falando com seu namorado no meio do expediente. Mas é natural que você atenda ligações pessoais no celular ao longo do dia. Por outro lado, os familiares também precisam entender que em alguns momentos você não pode atender, em uma reunião, por exemplo”, enfatiza.

Momentos para desligá-lo

Juliana Rizo, diretora executiva do Posh My Style, acrescenta que, caso precise atender ou fazer uma chamada, é importante procurar um local reservado, para falar com privacidade e não atrapalhar o trabalho dos colegas.

“Caso não esteja esperando uma ligação urgente, seu celular deve ser desligado em ocasiões como reuniões, palestras, cursos, atendimento a clientes, almoços e outros eventos sociais. Afinal, as pessoas que estão com você ao vivo merecem mais atenção do que o aparelho. Se por acaso esquecer o celular ligado, peça desculpas e desligue-o, sem atender”, conclui.

Confira na revista Tudo sobre Informática como utilizar as principais ferramentas de videochamada.

Redação EdiCase

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *