Entenda a importância de incentivar as crianças a escovar os dentes

Entenda a importância de incentivar as crianças a escovar os dentes
Higiene bucal nas crianças é essencial para a troca de dentes saudável (Imagem: Shutterstock)

Dentista explica como o hábito da escovação beneficia a saúde dentária desde a infância

Por Verônica Pacheco

Para muitas famílias com crianças, a frase “filho, vai escovar os dentes!” ecoa pela casa dezenas de vezes por dia. É uma dificuldade convencê-los a largar a brincadeira ou a TV para fazer a higiene bucal, a cada refeição. A história termina com pais irritados e desistindo da escovação dos pequenos. Identificou-se com isso?

> Diabetes infantil: saiba como identificar e garantir a saúde e o bem-estar das crianças

Como convencer os filhos a cuidar dos dentes e manter a saúde bucal?

A cirurgiã dentista Cláudia Christianne Gobor aconselha aos pais que eles fiquem presentes e supervisionem as crianças durante a escovação, explicando e ensinando a importância da ação. “Com musiquinhas, brincadeiras e outros meios, os pais devem colocar essa rotina de cuidado não como uma tarefa, mas, sim, como algo divertido”, orienta a profissional.

Além do momento de interação entre o adulto e a criança de uma forma mais leve, é importante ressaltar a forma correta de ensinar como escovar os dentes. “Passando a escova infantil em todas as superfícies dentárias, mostrando como se faz, bem como tentar demonstrar como se passa o fio dental em todos os dentes de leite (ou, então, passar na criança) são primordiais para que ela chegue na idade da troca dentária com dentes de leite sem cáries e sem preocupações com a substituição deles”, explica a especialista.

> Como lidar com crianças que têm dificuldade para comer

Entenda a importância de incentivar as crianças a escovar os dentes
Presença e incentivo dos responsáveis pode motivar a escovação (Imagem: Shutterstock)

É importante o responsável estar sempre por perto

Ainda segundo a dentista, o uso do creme dental deve ser introduzido quando começarem a aparecer os primeiros dentinhos. É preciso supervisionar o processo de higienização, pelo menos até os 5 ou 6 anos de idade, ou até que a criança tenha a destreza de cuspir ou enxaguar a boca.

A atenção dos responsáveis no processo de higiene bucal dos pequenos é o cuidado necessário para que a troca de dentes seja adequada para a vida adulta. Conforme a rotina desenvolvida no cotidiano, essa ocasião pode ser cada vez mais proveitosa e saudável.

Acompanhe mais notícias de saúde na revista ‘Cuidando da saúde’

Redação EdiCase

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *