Tae Fight: arte marcial com movimentos funcionais

Tae Fight: arte marcial com movimentos funcionais
Tae Fight é benéfico para saúde física e mental (Imagem: Adobe Stock)

Modalidade com aulas dinâmicas favorece saúde física e mental  

Há dias em que a rotina frenética no trabalho pede uma válvula de escape. O ideal, então, seria frequentar uma aula para liberar o estresse, as cobranças e as regras, certo? Misturando música e luta, mas sem estabelecer contato físico, essa aula já existe.  

“O Tae Fight significa caminho da luta e surgiu em 1998, em Tóquio, como uma forma de complementar as aulas coreografadas de luta sem contato”, explica César Minakawa, idealizador da modalidade e professor de educação física.  

Principal objetivo do Tae Fight 

A ideia central do Tae Fight, segundo o professor César Minakawa, é simular várias situações de luta, que podem variar conforme a técnica marcial que o aluno preferir. “A grande sacada é mostrar aos professores que participam dos meus treinos que é possível trabalhar o corpo do aluno por meio da luta. Isso acontece graças à ergonomia dos golpes e à fisiologia dos movimentos”, explica.  

“Durante as aulas, os praticantes aprendem golpes precisos e coordenados com contato em equipamentos apropriados conforme a arte marcial escolhida pelo aluno, aliado também ao seu objetivo”, complementa. 

> Atividade física ajuda a melhorar a qualidade de vida de diabéticos

Exercícios aeróbicos e anaeróbios podem ser praticados nas aulas (Imagem: Adobe Stock)

Tipos de exercícios praticados  

Em um primeiro momento, os exercícios são focados no desenvolvimento da coordenação, resistência, força e potência. “Em seguida, trabalhamos tempo de reação e reflexo condicionado. Por último, simulamos um combate com diferentes estímulos para não estabilizar o corpo”, detalha o professor. Dependendo do enfoque pretendido nas aulas de Tae fight, é possível desenvolver exercícios tanto aeróbios quanto anaeróbios. 

> 5 exercícios físicos recomendados para idosos

Modalidade para saúde física e mental  

Essa é uma modalidade que pode ser praticada por qualquer pessoa e é bastante positiva para a saúde metal. “O dinamismo da aula e seus elementos funcionam como uma válvula de escape para o estresse. Por isso, a modalidade é uma ótima opção para pessoas que atuam em cargos de liderança, funcionários que são cobrados diariamente, que acumulam muitas responsabilidades. Cerca de 30% dos meus alunos me procuram por indicação de terapeutas para recuperar a autoestima, controlar a depressão”, afirma César Minakawa. 

O Tae fight também é procurado por ex-lutadores, que querem continuar exercitando os movimentos da luta sem estar em combate. “Há também os alunos que querem aprender os movimentos, mas têm receio do contato físico”, complementa.

Veja mais notícias sobre saúde na revista ‘Cuidando da Saúde

Redação EdiCase

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *