Tipos de argumentação: veja maneiras de enriquecer o desenvolvimento da sua redação

Tipos de argumentação: veja maneiras de enriquecer o desenvolvimento da sua redação
Referências e exemplos valorizam a redação (Foto: Shutterstock)

Professor ensina como fundamentar as ideias defendidas inicialmente no seu texto

*Por Professor Dermes

O texto dissertativo-argumentativo costuma ser cobrado no Enem e nos vestibulares de importantes universidades do país. O desenvolvimento desse tipo de redação, em especial, precisa defender a ideia apresentada nos parágrafos iniciais. Para isso, é possível optar por alguns tipos de argumentação. A seguir, conheça algumas opções!

​> Português: tipos de sujeito encontrados nas orações​

Exemplificação

Exemplos compõem a argumentação. Deve-se evitar, portanto, apenas citá-los ou, simplesmente, fazer listas sem que haja análise ou, ao menos, um encadeamento de ideias minimamente claro com o que se pretende expor e/ou provar.

Argumentação histórica

Referências pontuais, linhas do tempo e outros procedimentos fortalecem a argumentação, à medida que demonstram conhecimento e leitura abrangente, diacrônica sobre o tema. Referências temporais ou de conteúdos incorretos devem ser evitados.

Já as referências temporais abrangentes ou aproximadas (desde que claramente anunciadas, e não para maquiar imprecisões ou “enganar” o leitor) não contaminam a argumentação.

> Dicas de português: confira regras para uso do hífen

Constatação

Uma constatação não deve ser confundida com senso comum ou lugar-comum, sendo fruto da observação crítica do autor do texto.

Apresente observações críticas e busque citar dados concretos na sua redação (Foto: Shutterstock)

Comparação

Aqui também, como no caso da exemplificação, deve-se evitar fazer listas, sem que haja análise ou, ao menos, uma linha de desenvolvimento minimamente clara com o que se pretende expor e/ou provar.

> Aprenda a estruturar a redação e alcance a nota máxima

Testemunho e argumento de autoridade

Em ambos os casos, deve-se evitar a simples citação, sem comentários e sem análise. Tanto o testemunho quanto o argumento de autoridade não são meros enxertos, ou mesmo soluções para argumentações fracas. Ao contrário, devem fortalecer a argumentação do autor do texto, ou seja, você.

Argumento de comprovação ou baseado em provas concretas

Apoia-se em dados, fatos comprovados, pesquisas, estatísticas e outros.

> Classes gramaticais: conhecimento melhora a escrita e desempenho em provas

Argumento por raciocínio lógico

Por meio do percurso de causa e efeito, visa a convencer (no caso de uma prova, não necessariamente persuadir) o leitor de que se tem razão.

Argumento por consenso

Trata-se de proposições universalmente aceitas, as quais, entretanto, não devem ser confundidas com o senso comum. Vale dizer: precisam ser comprovadas.

Veja mais dicas sobre estudos na Coletânea Especial Enem

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.