Verminoses em cães: conheça as causas, sintomas e tratamentos

Verminoses em cães: conheça as causas, sintomas e tratamentos
Vermes podem afetar a função dos órgãos dos animais de estimação (Imagem: Shuttertock)

A verminose é uma das doenças mais comuns nos pets. Causada pela presença de vermes, ela atinge principalmente o intestino dos animais, mas pode afetar também órgãos como o estômago, coração e pulmão. Os danos causados por esses parasitas dependem da idade do animal, quantidade de vermes e condições do sistema imunológico. Para te ajudar, a médica veterinária Vanessa Daiane Pereira Silva, explica como os tutores podem identificar essa doença e quais são as formas de tratamento para evitar problemas mais graves. Confira!

Como as verminosas são transmitidas para os cães?

O animal pode estar contaminado desde o nascimento, pois a mãe também transmite a carga parasitária durante o parto ou, até mesmo, no processo de amamentação. Já na fase adulta, o contágio acontece de diversas outras formas, entre elas, por meio da água ou alimento que não foram higienizados corretamente ou no contato com dejetos de outros animais e mosquitos infectados.

Quais são os sintomas?

Dentre os sintomas mais frequentes e que indicam que o cachorro pode ter sido infectado por vermes estão:

  • Diminuição ou falta de apetite; 
  • Perda de peso; 
  • Quadros de vômito; 
  • Anemia;
  • Diarreia. 

Tratamento para verminoses

O tratamento para a infecção é realizado através da utilização de vermífugos, que podem ser líquidos, comprimidos e pipetas. A variedade de medicamentos é importante para que o tutor consiga adequar a melhor forma de tratamento e prevenção. Opte pela que seja mais fácil de ser administrada e que cause menos estresse para o pet.

O ideal é que o protocolo de vermifugação seja iniciado no primeiro mês de vida do animal. Pensando na prevenção, o medicamento deve ser aplicado nos primeiros 15 dias após o nascimento e depois de mais duas semanas, uma nova dose de reforço.

Cachorro tomando remédio
Aplicação de vermífugos evita que animais sejam contaminados por vermes (Imagem: Shutterstock)

Por quanto tempo a medicação é indicada?

Após as duas primeiras aplicações, não existe uma regra sobre espaço de tempo que o animal deva receber a medicação, mas o ideal é que receba a vermifugação no mínimo duas vezes ao ano. Lembrando que só o veterinário pode determinar a quantidade de doses corretas. “Ele vai analisar o desafio sanitário e carga parasitária que o animal está exposto e assim instituir o melhor protocolo e tempo entre as doses. Por isso a importância da visita regular ao especialista”, diz a veterinária Vanessa Silva.

Formas de prevenção

Para evitar que o seu animal de estimação seja contaminado por esses vermes é essencial realizar consultas periódicas com um especialista, para que eles recebam os vermífugos. Além disso, é importante adotar medidas de higiene, como: limpar bem o comedouro, recolher as fezes dos pets o quanto antes e limpar muito bem o ambiente onde o animal fica.

Por Carla Santos 

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.