Aprenda sobre processo de extração e produção do petróleo

Aprenda sobre processo de extração e produção do petróleo
Plataforma de petróleo (Imagem: Shutterstock)

Ele é utilizado para a produção de fontes de energia e como matéria-prima na indústria

O petróleo é a principal fonte energética da atualidade. Essa substância oleosa de coloração preta é formada pela decomposição da matéria orgânica (resto de animais e vegetais), que ficou durante milhões de anos submetida a altas temperaturas, pressão da terra, pouca oxigenação, entre outros fatores. Com isso, formou-se as jazidas de petróleo nas bacias sedimentares em camadas abaixo da superfície, normalmente oceânicas.

Extração do petróleo

Para extrair o precioso óleo, perfura-se o solo – em diversas profundidades – por meio das plataformas petrolíferas. Em seguida, é armazenado e transportado (oleodutos ou navios petroleiros) às refinarias: estruturas para processar o petróleo e obter uma grande variedade de derivados, como gasolina, óleo diesel, gás liquefeito, querosene, solventes, lubrificantes, tintas, parafinas etc. Para reduzir os custos com deslocamento do produtor ao consumidor, a maioria das refinarias estão localizadas próximas das cidades mais industrializadas e dos centros mais populosos.

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

> Herança genética: conheça as 6 doenças mais comuns

Petróleo saindo de barril
No Brasil, o petróleo está mais presente no litoral (Imagem: Shutterstock)

Fontes de petróleo no Brasil

No Brasil, o petróleo está mais presente no litoral, em que uma espécie de bolsão acumula hidrocarbonetos como petróleo e gás metano, localizado logo abaixo da “camada de sal” em regiões de bacias sedimentares. A “camada pré-sal” está entre os litorais do Espírito Santo e Santa Catarina em uma extensão de cerca de 800 quilômetros abrangendo a região de três bacias sedimentares: do Espírito Santo, Campos e Santos.

Itens em que o petróleo é empregado

O petróleo está mais presente em nossa vida do que pensamos. Hoje é empregado para produzir cosméticos (80% com óleos, perfumes e ceras), borracha sintética (substitui o látex em artigos esportivos, tênis e pneus), remédios (contêm benzeno: analgésicos e homeopáticos), produtos de limpeza (base para esses produtos), asfalto (derivado semi-sólido de petróleo), tecidos sintéticos (nylon, acrílico, spandex e poliéster), comida (corantes, flavorizantes e conservantes) e plástico (inclusive o isopor, composto sintético).

Prepare-se para o Enem: estude sobre outros conteúdos cobrados nas provas

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.