6 cuidados para conquistar unhas bonitas naturalmente

6 cuidados para conquistar unhas bonitas naturalmente
Tenha unhas saudáveis e bonitas com cuidados simples (Imagem: Shutterstock)

O aumento dos preços segue a todo vapor, o que não afeta somente os itens básicos, como alimentos e gasolina, mas até mesmo os produtos de beleza. O preço dos esmaltes, por exemplo, subiu 10,59% no acumulado dos últimos 12 meses até maio, ficando acima da inflação no período, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Isso não se deve apenas ao encarecimento das matérias-primas utilizadas na fabricação dos esmaltes, mas também ao aumento da demanda por esse tipo de produto, já que, com a vida social esquentando novamente, muitas pessoas voltaram a se preocupar com a aparência das unhas. Mas, para quem deseja economizar, é perfeitamente possível conquistar unhas bonitas e, mais importante, saudáveis, por meio de alguns cuidados simples. Confira!

1. Aposte na alimentação

A alimentação é a principal fonte dos nutrientes necessários para a manutenção das unhas. Na verdade, unhas frágeis e quebradiças são um grande indicador de que algo está faltando na alimentação. “As unhas são formadas de queratina, uma proteína secundária composta por 20 aminoácidos e sintetizada em células chamadas queratinócitos. O colágeno é uma das principais proteínas associadas à síntese de queratina, assim garantindo consistência, brilho e resistência às unhas”, explica a médica nutróloga Dra. Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Portanto, aposte em alimentos como peixes, ovos, queijos, iogurtes, leguminosas, carnes brancas e vermelhas e cereais como a quinoa, que são combustíveis fundamentais para que o corpo consiga fabricar mais colágeno e, consequentemente, queratina, diz a profissional.

2. Não use esmaltes por muito tempo

Por mais caros que os esmaltes estejam, a economia não deve ser uma justificativa para exagerar no tempo de uso desses produtos, deixando-os prolongadamente nas unhas. Segundo o dermatologista Dr. Abdo Salomão, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o mais saudável é manter as unhas sem esmalte por pelo menos 10 dias todos os meses, com um intervalo de, no mínimo, 3 dias entre cada esmaltagem.

“Mas tome cuidado na hora de remover o esmalte, dando preferência a produtos que não contenham acetona em sua composição, já que essa substância pode causar ressecamento, manchas nas unhas e danos à cutícula”, aconselha o dermatologista.

3. Não retire as cutículas

É muito comum que as pessoas removam as cutículas por acharem que prejudicam a aparência das unhas, mas o efeito pode acabar sendo o contrário. “É fundamental não retirar completamente as cutículas, pois esse pequeno pedaço de pele que envolve as unhas é responsável por protegê-las e impedir que a água e outras substâncias nocivas atinjam a matriz da unha e favoreçam o crescimento de fungos e bactérias, assim prejudicando sua beleza e saúde“, explica a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Óleo sendo aplicado nas unhas pintadas de rosa claro
A hidratação é fundamental para manter a unha bonita (Imagem: Shutterstock)

4. Mantenha as unhas hidratadas

A hidratação é indispensável para manter as unhas e as cutículas bonitas, podendo ser realizada ao mesmo tempo que a hidratação das mãos com um produto específico para essa finalidade. “O ideal é aplicar o produto sempre após a higienização das mãos, mas, se não for possível realizar a hidratação com tanta frequência, recomendo utilizar o produto, no mínimo, duas vezes ao dia”, recomenda a Dra. Paola Pomerantzeff.

5. Cuidado com traumas

Para conquistar unhas bonitas e saudáveis, evite maus hábitos como roer as unhas. “Roer as unhas com frequência causa traumatismos que geram um processo inflamatório com consequente parada temporária no crescimento e desenvolvimento das unhas, que se tornam mais fracas, finas e opacas”, diz o Dr. Abdo Salomão.

De acordo com a Dra. Paola Pomerantzeff, na hora de utilizar detergentes, produtos de limpeza e outras substâncias químicas não se esqueça de usar luvas para proteger as unhas e cutículas da ação abrasiva desse tipo de produto.

6. Atente-se às mudanças nas unhas

O esmalte é constantemente usado para cobrir imperfeições e alterações das unhas que, muitas vezes, podem indicar problemas mais sérios. Então, aproveite esse período de unhas limpas para prestar atenção nessas estruturas. “Mudanças na coloração, formato e textura das unhas podem ser sinal de que você está sofrendo com alguma condição. Por isso, é sempre importante ficar atento a essa estrutura queratinosa na ponta dos dedos, que deve permanecer forte, transparente e lisa”, diz a Dra. Paola Pomerantzeff.

Segundo o Dr. Abdo Salomão, entre as doenças que afetam as unhas, a mais comum é a micose, uma infecção causada por fungos que se aproveitam da unha fragilizada, causando coceira, descamação, vermelhidão, inchaço e bordas irregulares nas unhas.

“Ao notar esses sintomas, é fundamental visitar o dermatologista para receber o tratamento adequado, que pode incluir medicamentos orais e tópicos e procedimentos como o Laser Solon MultiStation, que foi especialmente desenvolvido para melhorar a fragilidade, a descamação e a irregularidade da borda das unhas, além de reduzir o inchaço, acelerar o crescimento e retirar a umidade excessiva, assim encurtando o tratamento da micose sem a necessidade de medicamentos orais”, finaliza o profissional.

Por Paula Amoroso

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.