6 dicas para manter a boa forma mesmo com as festas de fim de ano

6 dicas para manter a boa forma mesmo com as festas de fim de ano
Exagerar na alimentação no final do ano pode afetar a balança por toda a vida (Imagem: Kamil Macniak | Shutterstock)

Durante as festas de fim de ano, é quase impossível resistir às tradicionais comidas da época. Isso porque elas são uma das principais atrações da festividade. Por isso, após esse período, é comum as pessoas reclamarem que ganharam peso. Segundo um estudo publicado pelo New England Journal of Medicine, os quilos adquiridos nessa fase podem afetar a balança ao longo de toda a vida.

Baseados na análise de peso de 2.924 voluntários de três países (Estados Unidos, Alemanha e Japão), durante 12 meses, os pesquisadores constataram que os participantes engordavam cerca de 2kg nas festas e perdiam, ao longo do ano, 1,5kg, fazendo com que o 0,5kg a mais fosse acumulado anualmente.

Causas do ganho de peso no final do ano

Segundo a endocrinologista Claudia Chang, doutora e pós-doutora em Endocrinologia e Metabologia pela USP e membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), alguns fatores justificam o ganho de peso no final do ano:

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

  • Alimentos de maior densidade energética;
  • Aumento do tamanho das porções;
  • Maior consumo de bebidas calóricas;
  • Menor nível de atividade física.

“Mesmo quem foi regrado com a alimentação ao longo do ano, não resiste à tentação e acaba se deixando levar pelas deliciosas iguarias, sem pensar nas consequências. A dica é tentar o equilíbrio, não se privando do prazer de comer, mas sem exageros”, recomenda a médica.

Evitando o ganho de peso

A seguir, confira as sugestões da endocrinologista Claudia Chang para não sair da linha durante as festas de fim de ano!

1. Prepare sanduíches com opções saudáveis

Você pode usar a criatividade e fazer diferentes opções de sanduíches. Dá para preparar desde o básico lanche de peito de peru até optar por outros ingredientes, como alface, tomate, milho-verde, cenoura picada, frango desfiado e queijo branco. Dê preferência ao pão light ou ao integral, rico em fibras. Evite usar molhos, maionese ou manteiga.

2. Opte por salgados assados

Esse é o tipo de item que está sempre presente em reuniões de amigos e familiares. Opte pelos assados, como empanadas, pães de forno, esfihas, empadas, quiches, entre outros. Mesmo sendo calóricos, são mais saudáveis do que os salgados fritos, como coxinhas, quibes, croquetes, bolinhas de queijo, risoles, entre outros.

Mão segurando um prato branco e outra mão colocando comida no prato
Consumir saladas ajuda na digestão e aumenta a saciedade para evitar exageros (Imagem: Kamil Macniak | Shutterstock)

3. Consuma saladas

Antes de partir ao que interessa, faça um prato generoso de folhas e leguminosas, de preferência, temperado apenas com azeite e sal. Além de ajudar na digestão, a salada aumenta a saciedade, evitando que você se esbalde nas comidas mais calóricas e gordurosas.

4. Evite a gula

Não é fácil olhar para a mesa e não querer comer muito de tudo. Mas seja racional. Antes de pegar o prato, olhe para as opções. Escolha o que você realmente quer comer e exclua o que seria apenas gula. Só então pegue seu prato e se sirva das comidas que você optou. Como as ceias costumam ser fartas, pegue uma porção pequena de cada alimento. Caso contrário, seu prato ficará muito maior do que imaginava.

5. Escolha o doce que você gosta mais

A hora da sobremesa é cruel para quem não resiste a um doce. Mas nada de pegar um pouco de tudo! Siga a mesma sugestão da ceia. Analise os doces antes de ter o prato em mãos. Opte pelo que você mais gosta e sirva uma fatia moderada. Se não convenceu, vá de frutas. Elas também têm açúcar, mas são bem mais nutritivas!

6. Intercale a bebida alcoólica com água

Tomar bebida alcoólica nas festas de final de ano é praticamente uma tradição, até mesmo para quem não tem costume de beber. Dê preferência ao gim e ao saquê, que são menos calóricos. Se você não resiste a um bom vinho, escolha os mais secos. Se for de cerveja, fique com as escuras. Ainda assim, não exagere, pois o álcool em excesso causa desidratação, inchaço e alterações no fígado. O ideal é intercalar a bebida com água, o que irá amenizar a desidratação e o mal-estar.

“Vale lembrar que a alimentação deve ser prazerosa. Se você está com o peso normal, tem o hábito de comer cereais, legumes, frutas e verduras, consome água com frequência e pratica atividade física regular, não se prive de comer alguns alimentos que não estão na sua rotina. Apenas use o bom senso e tenha moderação”, finaliza Claudia Chang.

Por Flávia Vargas Ghiurghi

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.