Importância dos carboidratos para a saúde

Importância dos carboidratos para a saúde

Entenda o papel do carboidrato no organismo e veja porque você não deve eliminá-lo da dieta

Para realizar as atividades simples, como respirar, ficar em pé ou andar, precisamos de energia, que é obtida por meio da alimentação. De acordo com a nutricionista Natália Colombo, da clínica NC Nutri, os responsáveis por fornecer energia, medida pela caloria (cal ou kcal), são os grupos dos lipídeos e, principalmente, dos carboidratos.

“Esses alimentos são considerados como uma espécie de combustível para o organismo. Quando são queimados no nosso organismo por um processo metabólico, eles se transformam em água e gás carbônico e com isso liberam energia”, explica.

Tipos de alimentos

A nutricionista Daniela Medeiros afirma que existem três tipos de alimentos: os energéticos, que são os carboidratos e as gorduras; os construtores, que são as proteínas; e os reguladores, que são vitaminas e minerais.

“Os alimentos construtores, por sua vez, servem de matriz à construção de nossos órgãos: músculos, unhas, cabelos, dentes. Os alimentos construtores são representados pelas proteínas encontradas nas carnes do tipo vermelha e branca, no leite e derivados e nos ovos”, enumera a nutricionista.

Carboidratos essenciais

É comum ouvirmos dizer que o macarrão é o prato principal dos maratonistas. Segundo a nutricionista Natália Colombo, isso acontece porque os carboidratos, incluindo o macarrão, são responsáveis por manter os estoques energéticos adequados antes do exercício, além de fornecer energia durante a prática da atividade e ser fundamental na recuperação pós-exercício.

“O aporte adequado de carboidrato na alimentação melhora o desempenho durante o exercício, e uma ingestão inadequada desse nutriente pode causar cansaço e fadiga durante o treino. Os estoques desse nutriente no nosso organismo são bastante limitados – ao contrário dos estoques de gordura”, acrescenta.

Perigos das dietas sem carboidratos

Muitas dietas eliminam os carboidratos da alimentação. Contudo, isso é uma atitude perigosa, pois quando o carboidrato é retirado da dieta, a pessoa pode se sentir fraca e desanimada, sem energia para realizar as atividades do dia a dia.

“Além disso, o carboidrato é fundamental para a produção da serotonina, que é um neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar. Sem o carboidrato, a pessoa pode ter crises de ansiedade, compulsão alimentar, sintomas depressivos”, alerta Natália Colombo.

Consuma corretamente

O importante é ficar sempre atento às quantidades. Claro que, se consumido em excesso, o carboidrato gera um acúmulo de gordura no corpo. “As pessoas precisam aprender e entender que nenhum alimento engorda, desde que consumido com moderação e na quantidade e da maneira certa”, afirma a nutricionista Natália Colombo.

Redação EdiCase

Redação EdiCase

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *