Vejas as causas da afta na boca e como tratar

Vejas as causas da afta na boca e como tratar
A afta pode causar desconforto para comer e beber (Imagem: Krakenimages.com | Shutterstock)

A afta é uma pequena ferida que pode aparecer na boca, em regiões como língua, bochecha e margens dos lábios. Geralmente, esse machucado é redondo ou oval, com uma área central esbranquiçada ou amarelada e uma borda avermelhada

Causas da afta

As aftas podem ter causas variadas, tais como:

  • Ser causadas por pequenos machucados;
  • Sistema imunológico debilitado;
  • Carência de vitamina B12;
  • Reações alérgicas às bactérias bucais;
  • Doenças inflamatórias do sistema digestivo;
  • Estresse emocional.

Desconfortos causados pelas aftas  

Conforme Evaristo Volpato, cirurgião-dentista e professor do curso de Odontologia da Unic Beira Rio, essas feridas podem gerar desconforto por diversas razões. “As aftas provocam irritação devido à fricção com os dentes, língua ou alimento, podem dificultar a ingestão de alimentos e bebidas, principalmente se tratando de comidas mais ácidas ou picantes que tornam o período de cicatrização mais longo. É comum notar que a fala também é afetada quando há presença de aftas, já que com o movimento da boca, a língua pode entrar em atrito e provocar ainda mais dor na área sensível”, menciona o especialista.

Mulher jovem sorridente, escovando os dentes no banheiro
Escovar os dentes com cuidado ajuda na recuperação da afta (Imagem: Ground Picture | Shutterstock)

Hábitos para ajudar na recuperação

Durante a recuperação, que pode ser bem dolorosa, algumas medidas simples podem ajudar, tais como evitar alimentos ácidos ou muito condimentados (eles são irritantes), escovar os dentes suavemente, além de utilizar pedaços de gelo no local, como forma de aliviar a irritação.

Quando procurar orientação do cirurgião-dentista

Evaristo Volpato destaca que as aftas geralmente desaparecem por conta própria em uma ou duas semanas, e alerta que em alguns casos é preciso análise profissional para descartar possíveis lesões mais graves que podem ser confundidas com aftas pelos pacientes.  

Assim, é importante procurar ajuda profissional:

  • Se as aftas não cicatrizarem após duas semanas;
  • Se você tiver aftas frequentes ou graves;
  • Se as aftas estiverem acompanhadas de febre ou outros sintomas incomuns;
  • Se as aftas estiverem interferindo na sua capacidade de comer ou beber.

Cuidado com os tratamentos caseiros

O professor salienta que é preciso cautela na adoção de métodos caseiros para a cicatrização de feridas na boca. “Os famosos bochechos com sal, aplicação de bicarbonato, própolis, gargarejo com água morna, podem amenizar os sintomas oferecendo um alívio momentâneo, mas podem mascarar as causas e diagnóstico real do surgimento recorrente de aftas”, finaliza. 

Por Bernadete Druzian

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *