5 documentários para entender os conflitos entre Israel e Palestina

5 documentários para entender os conflitos entre Israel e Palestina
Os documentários sobre os conflitos entre Israel e Palestina chamam atenção para as intricadas nuances e vidas em jogo (Imagem: Reprodução Digital | Netflix)

A intricada teia de conflitos entre Israel e Palestina é um dos temas geopolíticos mais complexos e duradouros dos séculos 20 e 21. Para compreender as múltiplas camadas e perspectivas envolvidas nessa disputa, é crucial explorar diferentes fontes de informação.

Nesse sentido, os documentários, como forma de expressão audiovisual, desempenham um papel fundamental ao oferecer uma visão mais profunda e contextualizada desses eventos. Por isso, reunimos cinco documentários que podem te ajudar a compreender as diversas nuances dos conflitos entre Israel e Palestina. Confira!

Cena do documentário 'Nascido em Gaza'
O documentário ‘Nascido em Gaza’ traz atenção para a infância fragilizada e esperançosa das crianças que vivem na Faixa de Gaza (Imagem: Reprodução Digital | Netflix)

1. Nascido em Gaza (2014)

Esse impactante documentário mergulha nas vidas de crianças que nasceram na Faixa de Gaza, uma região marcada por conflitos políticos e humanitários. Dirigido por Hernán Zin, o filme proporciona uma visão íntima e comovente das adversidades enfrentadas por elas.

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Ao acompanhar suas histórias, o documentário lança luz sobre a dura realidade de crescer em meio a um ambiente de conflito, destacando os desafios diários, as perdas irreparáveis e os sonhos que resistem mesmo nas circunstâncias mais difíceis.

O filme documenta a trajetória dessas crianças enquanto destaca a resiliência humana e a esperança que persiste até nas situações mais adversas. Assim, é oferecida uma reflexão profunda sobre a natureza frágil e resistente da infância em contextos de conflito como esse.

Onde assistir: Netflix.

Trecho do curta-metragem 'Os Palestinos nos Livros Escolares de Israel'
‘Os Palestinos nos Livros Escolares de Israel’ discute a relação entre educação e ideologia (Imagem: Reprodução Digital | Alternate Focus; TV Boitempo)

2. Os Palestinos nos Livros Escolares de Israel (2012)

O documentário é baseado no livro “Ideologia e Propaganda na Educação: a Palestina nos livros didáticos israelenses” da autora, professora e pesquisadora Nurit Peled-Elhanan. A obra literária é resultado de uma extensa pesquisa linguística e visual.

Com produção da Alternate Focus para comemorar o lançamento do livro e trazido para o Brasil pela TV Boitempo, o curta-metragem tem 27 minutos, mas consegue sintetizar os pontos destacados pela autora em seus estudos.

Nurit Peled-Elhanan passou a se aprofundar nos livros utilizados nas escolas de Israel para retratar os palestinos, após perder sua filha de 13 anos em um atentado palestino. Ela aponta que estudos e caracterizações que deveriam ser neutros, na verdade, contribuem para a construção de uma representação que marginaliza os palestinos.

Onde assistir: YouTube.

Pôster do filme 'Israel, uma Terra Duplamente Prometida'
‘Israel, uma Terra Duplamente Prometida’ reflete o turbulento processo de criação do Estado de Israel (Imagem: Reprodução Digital | ZED S.A.S)

3. Israel, uma Terra Duplamente Prometida (2018)

O documentário é guiado pelos diretores William Karel e Blanche Finger. Ele aborda a história do povo judeu e a criação do Estado de Israel. Dividido em duas partes, o enredo traz depoimentos de sobreviventes do holocausto e mergulha em momentos históricos pontuais do conflito no Oriente Médio.

Ao retomar a conturbada história do nascimento de Israel, o documentário aponta os planos iniciais de Theodore Herzl, posteriormente considerado como fundador do sionismo político, e seus seguidores na ocupação da Terra Santa.

Partindo da declaração de independência de Israel em 14 de maio de 1948, são narrados os acontecimentos da guerra entre árabes e israelitas no mesmo ano. A trama finaliza com relatos da famosa Guerra de Seis Dias, em 1967.

Onde assistir: Apple TV, Claro TV+ e Prime Video.

Pôster do filme 'Budrus'
Em ‘Budrus’, a união dos moradores de uma aldeia retrata a luta contra segregação (Imagem: Reprodução Digital | Just Vision)

4. Budrus (2009)

Sob a direção da brasileira Júlia Bacha, o documentário acompanha grupos de resistência palestinos da aldeia Budrus, entre a Cisjordânia e Israel, habitada por moradores palestinos e israelenses. Liderados por Ayed Morrar, os residentes lutam contra a criação do muro que dividiria a população. Ao conseguir unir membros participantes dos grupos rivais Fatah e Hamas, e de israelenses em prol do pacifismo, Ayed Morrar e os moradores elaboram um movimento totalmente desarmado e não-violento.

Assim, o filme demonstra as tentativas pacíficas da comunidade de Budrus, feitas em 2003, em relação à controversa construção do Muro de Israel. O intuito do governo israelita seria separar a região de outras cidades palestinas, como Belém e Ramalhah, em prol da segurança dos judeus. Entretanto, para os moradores da aldeia, o movimento é visto como mais uma medida de segregação.

Onde assistir: Google Play.

Cena do documentário 'A história Sionista'
O documentário ‘A História Sionista’ narra a influência do movimento sionista na formação de Israel (Imagem: Reprodução Digital | Alternate Focus)

5. A história Sionista (2009)

Esse é um documentário provocante que busca traçar uma narrativa abrangente sobre o movimento sionista e seu impacto na formação do Estado de Israel. Dirigido por Ronen Berelovich, o filme aborda eventos cruciais desde o final do século 19 até os dias atuais, explorando as motivações e ideais por trás do sionismo. Ao apresentar uma perspectiva crítica, a obra desafia visões convencionais, examinando as raízes históricas do conflito israelense-palestino.

Com uma abordagem que destaca o papel do sionismo na disposição geopolítica da região, o filme levanta questões complexas sobre a justiça histórica e a coexistência. Apesar de sua posição polêmica, o documentário convida os espectadores a uma reflexão aprofundada sobre o contexto político e social da formação do Estado de Israel.

Onde assistir: YouTube.

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.