8 dúvidas sobre cuidados com a pele

8 dúvidas sobre cuidados com a pele
Interesse por cuidado com a pele cresceu durante a pandemia da COVID-19 (Imagem: Shutterstock)

Durante a pandemia da COVID-19, os brasileiros passaram a se preocupar mais com a pele. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), a venda de produtos de cuidados com a pele cresceu 161,7% nos dez primeiros meses de 2020, quando comparado ao mesmo período de 2019.

Com o fim do isolamento social, essa preocupação com a aparência da pele se tornou mais significativa. “O aumento dos encontros presenciais, que faz as pessoas se verem com mais frequência agora, faz com que o incômodo com determinada alteração fique mais presente no dia a dia”, explica Julia Ocampo, dermatologista e coordenadora da Prime Clinic.

Tratamentos mais personalizados

Para a médica, o cenário atual, em que é muito mais fácil ter acesso à informação sobre procedimentos estéticos, contribui para a desmistificação dos procedimentos dermatológicos e facilita a busca por soluções personalizadas. “É muito comum o(a) paciente já chegar no consultório com opções pensadas para seu tratamento. E isso é muito legal, porque podemos discutir e pensar juntos(as) qual o cuidado mais adequado para cada queixa e cada pessoa”, ressalta. 

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Visando contribuir para a busca por cuidados com a pele, a especialista responde as principais queixas que chegam ao consultório e lista algumas das soluções mais indicadas. Confira! 

1. Qual a idade mínima para realizar procedimentos estéticos? 

A especialista esclarece que a restrição quanto a idade para realizar procedimentos não existe. No entanto, recomenda que sejam realizados sempre em pacientes maiores de idade. “Para que possam tomar uma boa decisão sobre o momento ideal para se submeter a essas intervenções”, orienta a dermatologista.  

2. Qual é a melhor época para fazer uma intervenção estética?

Isso depende muito do tipo de procedimento estético. “Procedimentos que não mexam na superfície da pele – como toxina botulínica, preenchimento, ultrassom microfocado, radiofrequência, bioestimuladores, fios de tração e de estímulo de colágeno – podem ser feitos o ano inteiro”, revela a dermatologista. 

Procedimentos como peelings, microagulhamento e laser de CO2, que alteram a superfície cutânea, são realizados com maior conforto em períodos do ano nos quais a incidência solar é menor. “Mas atenção: isso não é uma contraindicação”, adverte a Dra. Julia Ocampo. “Se você conseguir cuidar e fazer um pós-procedimento adequado, eles podem ser feitos o ano inteiro também”, ressalta.  

3. Como tratar a acne?

A acne exige cuidados diários, como o uso do protetor solar, e acompanhamento dermatológico, que pode indicar o uso de medicações em creme ou orais, se necessário. 

4. O que agrava a caspa?

Casos de caspa exigem cuidados diários e acompanhamento dermatológico. Pode ser indicado o uso de medicações em creme, xampu ou orais. “Algumas condições podem agravar o problema, como estresse psíquico, alterações neurológicas, entre outras”, pontua a dermatologista Julia Ocampo. 

Mulher sentada em um banheiro passando creme nas pernas
Hidratar a pele ajuda a prevenir estrias (Imagem: Shutterstock)

5. Como prevenir as estrias?

Entre os cuidados que ajudam a prevenir as estrias estão: manutenção do peso, hidratação da pele e o tratamento adequado quando elas ainda estão vermelhas. Nessa fase, o tratamento pode ser realizado em casa, com a prescrição de medicamentos adequados. Quando estão brancas, pode ser indicado o tratamento com laser de CO2, microagulhamento e peeling. 

6. Como diminuir a queda de cabelo?

Esse tipo de problema pode ter diversas causas. Por isso, “o primeiro passo é avaliar em consulta qual é a causa desta queda de cabelos, afastando doenças sistêmicas que possam causar esta queda, como doenças de tireoide, autoimunes, carência de vitaminas, entre outras condições”, aponta a dermatologista. O tratamento pode ser cuidar da alteração identificada ou tratar a alopecia com medicações orais e tópicas. A médica ressalta a importância de fazer acompanhamento regular e tratamento contínuo na maioria dos casos. 

7. Quais tratamentos ajudam a evitar as marcas de expressão?

Além do uso do protetor solar diariamente, a toxina botulínica pode ser utilizada preventivamente para evitar as marcas de expressão. Quando já estiverem presentes, o tratamento indicado é sua aplicação regular, duas vezes por ano. 

8. Como prevenir rugas de flacidez?

É possível envelhecer de maneira mais saudável: “O cuidado contínuo, ou ‘prejuvenation’, é a melhor prevenção e propicia um processo de envelhecimento natural e atenuado”, explica a Dra. Julia Ocampo. O tratamento das rugas de flacidez pode envolver a indicação de injeção de preenchimento e tratamentos para estimular a produção de colágeno, como injeção de bioestimuladores, microagulhamento, ultrassom microfocado, radiofrequência, entre outros. 

Cuidados para manter a pele saudável 

Alguns cuidados básicos contribuem para uma pele saudável e podem ajudar tanto na prevenção dos principais problemas quanto na manutenção dos resultados dos procedimentos: “Usar filtro solar diariamente, evitar a exposição solar entre 10h00 e 16h00, lavar com sabonete adequado, se hidratar (beba água!) e hidratar a pele”, elenca a médica dermatologista.

Por Raquel Reis 

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.