Entenda a importância da vitamina D para crianças e bebês

Entenda a importância da vitamina D para crianças e bebês
A vitamina D é naturalmente produzida pelo organismo (Imagem: Shutterstock)

Quando falamos em proteger a criança e o bebê, diversos fatores podem nos ajudar a cuidar da saúde e bem-estar dos nossos pequenos. A alimentação tem forte influência no crescimento, na imunização e na qualidade de vida da criança. 

As vitaminas são fundamentais, sobretudo a vitamina D, que tem papel principal na produção e manutenção do cálcio na estrutura óssea. Essa vitamina é produzida naturalmente pelo organismo, desde que sua pele seja exposta ao sol, cujos raios ultravioletas transformam o caroteno existente no corpo em vitamina D.  

Fontes de vitamina D 

É essencial que o bebê e a criança tomem sol diariamente para evitar a carência da vitamina – mas não podem ser nos horários de pico, devido à alta incidência dos raios infravermelhos. Minha recomendação é que os banhos de sol sejam realizados até 10 horas da manhã e/ou após as 4 horas da tarde. Alguns alimentos também possuem Vitamina D, como peixes (atum, salmão, cavala, enguia), óleo de fígado de bacalhau, cereais secos, fígado bovino, ovos, entre outros.  

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Queijos, ovos, leite e salmão e uma placa escrita vitamina D
Além do sol, alguns alimentos são fontes de vitamina D (Imagem: Shutterstock)

Consequências da carência de vitamina  

A carência desta vitamina pode afetar na saúde dos baixinhos. Algumas doenças estão relacionadas diretamente com esta deficiência, em especial o raquitismo, que se caracteriza pela presença de ossos dolorosos, fragilidade muscular, diminuição do crescimento, maior tendência a lesões ósseas, deformações esqueléticas, entre outras consequências que prejudicam a saúde da criança. 

Bebês precisam complementar vitamina D 

A vitamina D é a única cuja complementação se faz necessária para bebês, uma vez que o leite materno, assim como outros alimentos ofertados aos pequenos no primeiro ano de vida, não contém as quantidades necessárias ao seu organismo, devido à sua fase de grande crescimento (um bebê ganha, em média, quase 250% de sua massa corpórea no primeiro ano). 

Sendo assim, não se esqueça de oferecer alimentos ricos em Vitamina D e banhos de sol ao seu filho, respeitando os horários indicados. Caso tenha alguma dúvida referente ao tema, converse com o pediatra da criança. Ele é o profissional mais indicado para saná-la. 

Por Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros 

Autor do livro “Seu bebê em perguntas e respostas: do nascimento aos 12 meses”, é médico formado pela Faculdade de Medicina do ABC. Especializou-se em pediatria na Unifesp/EPM, obtendo em seguida título pela Sociedade Brasileira de Pediatria. Atuou por quase 30 anos no Pronto Socorro Infantil Sabará e foi diretor técnico do Hospital São Leopoldo, cargo que deixou para se dedicar ao próprio consultório, à MBA Pediatria, e à literatura médica para leigos. 

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.