Entenda a importância dos sapatos para cachorro

Entenda a importância dos sapatos para cachorro
Sapatos protegem as patas dos cachorros (Imagem: Shutterstock)

Eles protegem seu bichinho de doenças e queimaduras nas patas

Charmosos e fofos, os sapatos para cachorros também são essenciais para a saúde do pet. Eles evitam o acúmulo de sujeira nos pelos das patas e protegem contra o excesso de calor em asfaltos e pisos cimentados, evitando queimaduras.

“Os sapatinhos desenvolvidos para cães possuem solados antiderrapantes, que impedem o animal de escorregar em superfícies lisas”, explica Ivana Carvalho, médica veterinária na Pet Society.

> Conheça 6 tipos de animais de estimação exóticos

Além disso, áreas muito urbanizadas tendem a ter mais resíduos de sujeiras nos pavimentos, inclusive resíduos de combustíveis e pneus. Após as patinhas dos cães serem contaminadas, eles lamberão a região, o que pode levar a ingestão desses resíduos e prejudicar os animais futuramente.

Apenas quando necessário

A veterinária Ivana Carvalho alerta para o uso contínuo dos sapatinhos por períodos prolongados, pois podem impedir o desgaste natural das unhas, deixar a pele das patas excessivamente finas e com umidade entre os dedos, favorecendo a proliferação de fungos.

Os cães transpiram através da pele das patas e utilizam o contato com superfícies frias para manter um controle interno de temperatura. Portanto, isolar completamente as patinhas por períodos longos pode ser prejudicial para a saúde dos cãezinhos”, explica.

Por isso, mantenha o cachorro com sapato por períodos curtos, durante as atividades de passeio. Em casa, o animal deve permanecer com as patinhas livres. “Animais mais idosos com problemas de equilíbrio, podem se beneficiar da ação antiderrapante dos sapatinhos, conseguindo mais estabilidade na locomoção”, acrescenta a médica veterinária.

> Perigos de medicar animais sem a orientação de um profissional

Patinhas confortáveis

É importante que o tutor saiba o tamanho da pata do cachorro, pois cada sapatinho possui um formato que varia de acordo com o porte do animal. “Estão disponíveis os tamanhos PP, P, M, G, GG. Como diferentes raças possuem diversidade no comprimento das patinhas, é necessário experimentar o sapatinho e verificar se o modelo não causa restrição de movimentos nas articulações”, finaliza a veterinária Ivana Carvalho.

Leia também

Bolas de pelos em gatos: conheça os riscos e saiba como combatê-las

Gatos: conheça as raças famosas no Brasil

Piolhos, pulgas e carrapatos: saiba como identificar, combater e evitar

Redação EdiCase

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *