Secadora de roupas: 4 mitos e verdades sobre o eletrodoméstico

Secadora de roupas: 4 mitos e verdades sobre o eletrodoméstico
As secadoras são simples e práticas na rotina da casa (Imagem: Shutterstock)

Lavar e secar roupas em dias chuvosos e úmidos no inverno, como estamos vivendo o período atual, acaba se tornando uma tarefa desafiadora nos lares brasileiros. Sem o vento e o sol abundante que conhecemos em nosso clima tropical, as roupas tendem a demorar horas (e até dias!) no varal e ainda correm o risco de ficar com mau cheiro até completar a secagem completa.

Para quem mora em apartamentos ou casas com metragens compactas, o desafio pode ser considerado ainda maior, levando em conta o tamanho das reduzidas áreas de serviço e a falta de espaço para a instalação de um varal.

Secadora: uma solução simples e prática

Para as situações climáticas ou de dimensões pequenas, a solução pode ser simples: investir em uma secadora de parede. Além de otimizar o tempo de secagem das peças, o eletrodoméstico também resolve as questões de espaço graças a seu design otimizado. “É uma solução simples, prática e que pode mudar completamente a rotina da casa, agilizando a secagem e facilitando o processo de passar roupas”, explica Thiago Montanari, coordenador de marketing de produtos da Mueller, empresa brasileira.

A seguir, a Mueller esclarece os 4 principais mitos e verdades sobre secadoras, mostrando a rotina para ter roupas limpas, cheirosas e prontas em parceria com a máquina de lavar. Confira!

1. A secadora encolhe as roupas

Mito. É importante esclarecer que não é a secadora que determina que as roupas encolherão, mas a composição do tecido. Por isso, a Mueller orienta que, antes de iniciar o processo, o usuário deve verificar as instruções de lavagem indicadas pelo fabricante na etiqueta da roupa. Além de informar sobre a possibilidade ou não de secar no eletrodoméstico, as orientações também destacam a temperatura ideal para o processo.

O cuidado se deve a um dos principais motivos que fazem as roupas encolherem: programar uma temperatura superior àquela que as fibras do tecido podem resistir. Tecidos naturais, como algodão e lã, são mais propensos a encolher, por isso a atenção deve ser redobrada. “Na etiqueta, encontram-se cinco símbolos que aparecem em fila dentro de uma sequência universal. O terceiro símbolo orienta sobre a secagem, representado por um quadrado com um círculo no meio”, informa Thiago. Confira as explicações mencionadas pelo coordenador de marketing de produtos da marca:

  • Desenho de um ponto: autoriza secagem da peça no equipamento em temperatura baixa;
  • Representação de dois pontos: permite a secagem em temperatura elevada;
  • Quando há um “X” na etiqueta, a peça não pode ser colocada, de maneira alguma, na secadora.
Interior de uma lavanderia com máquina de lavar e secadora, cesto de roupas, armários e uma pia
Secadora e máquina de lavar trabalham em parceria na rotina do lar (Imagem: Shutterstock)

2. Não é possível secar calçados na secadora

Verdade. Não é indicado secar tênis e outros tipos de calçados no aparelho, pois é possível danificá-los permanentemente por conta da alta temperatura. Entre os danos mais comuns estão o derretimento e descolamento de parte do solado do sapato e encolhimento do tecido.

3. A secadora desgasta o tecido das roupas

Mito. Respeitando as instruções de lavagem que estão na etiqueta, a peça não apresentará nenhum dano ou desgaste ao ser introduzida na secadora. É valioso ressaltar que a falta de alguns cuidados durante o processo de lavagem pode refletir diretamente na vida útil das roupas. Por isso, é recomendado cuidado em todo o processo e não só no momento da secagem.

4. A roupa deve ser centrifugada e estar apenas úmida antes de ir para a secadora

Verdade. Este aparelho foi pensado e projetado somente para secar roupas lavadas com água e centrifugadas. Ou seja, o ideal é que a peça de roupa não esteja muito molhada ou pingando, uma vez que o excesso de umidade pode trazer danos para a secadora. Quanto mais encharcadas estiverem as roupas, mais tempo levará para secagem total.

Por Heloisa Vieira

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.