Alimentos que melhoram o humor

Alimentos que melhoram o humor
Uma alimentação equilibrada faz bem para o humor

Descubra como a alimentação pode interferir em suas emoções

A alimentação, além de influenciar diretamente no bom funcionamento do corpo, também pode modificar o humor e sensações como prazer, bem-estar e alegria. Isso porque os alimentos interferem na produção de substâncias presentes no organismo.

Produção de neurotransmissores

De acordo com a nutricionista Gabriela Mendes, existe uma relação entre os alimentos e a produção de neurotransmissores, que são responsáveis por transmitir impulsos nervosos no cérebro, como a serotonina, a dopamina e a noradrenalina.

Serotonina

“A produção de serotonina, que é responsável pelo sentimento de prazer e bem-estar, pode ser aumentada através do consumo de alimentos ricos em carboidratos e um aminoácido denominado triptofano, que é encontrado em leites e derivados magros, oleaginosas como nozes e castanhas, carnes magras, soja e derivados da soja”, explica Gabriela Mendes.

Dopamina e noradrenalina

A dopamina e a noradrenalina, de acordo com a nutricionista, são produzidas com auxílio de outro aminoácido, que é a tirosina, cujas fontes são as leguminosas, como feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico e soja; as oleaginosas, como castanha, amendoim e nozes; peixes, carnes magras, leite desnatado e derivados.

Frequência das refeições

Além de saber escolher os alimentos certos, é importante também se preocupar com os horários e com a frequência das refeições. “Ficar muito tempo em jejum diminui os níveis de glicose no sangue, o que pode afetar negativamente o humor”, afirma a nutricionista Gabriela Mendes.

Por isso, a especialista recomenda fracionar a alimentação e realizar de 5 a 6 refeições por dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia.

Alimentação equilibrada

Para melhorar o humor também é essencial manter uma alimentação balanceada e variada, contendo cereais integrais, frutas, verduras, legumes, leite e derivados, leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, soja, grão-de-bico), ovos e carnes (peixes, frango e carnes magras).

Alguns cuidados

A nutricionista Gabriela Mendes também alerta que é importante consumir com moderação o açúcar, a cafeína e o álcool, que podem até provocar sensação de euforia, mas é momentânea e pode gerar desequilíbrio emocional.

Redação EdiCase

Redação EdiCase

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *