“Chuva de sangue” do Saara atinge Reino Unido e Espanha; veja vídeo

“Chuva de sangue” do Saara atinge Reino Unido e Espanha; veja vídeo
Tempestade de areia no Reino Unido deixa céu alaranjado (Foto: Reprodução/Twitter @photogramikka)

Fenômeno natural é causado por tempestades de areia que se originam no deserto e viajam com o vento

Na quarta-feira (16), o Reino Unido foi banhado por uma “chuva de sangue” que deixou ruas, carros, jardins e quintais cobertos por uma fina camada vermelha de areia. O fenômeno foi causado por uma nuvem de poeira que começou no deserto do Saara e atingiu alguns lugares da Europa.

> Navio naufragado há mais de 100 anos é encontrado na Antártida

A “chuva de sangue” já tinha passado pela Espanha no dia anterior e deixado o céu com uma cor alaranjada. Em Londres, moradores descreveram para o jornal The Mirror que a chuva caiu em pequenas gotas de cor vermelha. Diversas imagens foram postadas no Twitter por quem testemunhou o céu laranja e a camada avermelhada de poeira deixada pela chuva.

Como a tempestade de areia é formada

Segundo o meteorologista do Met Office do Reino Unido Richard Miles, a tempestade de areia não influenciou na qualidade do ar. Ele explicou ao jornal britânico Metro que o fenômeno, chamado por alguns especialistas de Nuvem Godzilla, causou apenas uma mudança na cor do céu e trouxe poeira aos lugares atingidos.

> Você acredita em Extraterrestres?

É comum que, de tempos em tempos, os ventos do Saara sejam fortes o suficiente para levantar os grãos de areia e formar nuvens dela no céu. As correntes de vento fazem essas nuvens se deslocarem e chegarem em outros lugares.

A Aemet (Agência Estatal de Meteorologia da Espanha) explicou que as rajadas de vento são criadas na superfície do deserto, levantando partículas de areia e de pó. A diferença entre a temperatura mais fria, do solo, e a mais quente, do ar, faz com que as partículas mais pesadas de areia caiam, enquanto as menores são suspensas e transportadas com o vento.

Confira as imagens no vídeo abaixo

*Por Andressa Alves

Saiba mais assuntos curiosos no Caça Palavras

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.