Ayurveda: muito mais que uma terapia médica

Ayurveda: muito mais que uma terapia médica

Prática medicinal que utiliza alimentação, plantas medicinais, massagens e ioga para equilibrar o corpo

A ayurveda está baseada em conhecimentos milenares da Índia e, em sânscrito, significa conhecimento ou ciência da vida (ayur = vida e veda = conhecimento). Para quem é adepto, a ayurveda é mais do que uma terapia médica, é um estilo de vida, uma forma de convívio em harmonia com a natureza. “A ayurveda define saúde como o perfeito estado de bem-estar do organismo, que funciona saudavelmente, sem evidências de doenças ou anormalidades, além do equilíbrio físico, psicológico, social e espiritual”, reflete Cristiane Ayres, professora e pesquisadora do ayurveda.

Elementos da natureza

De acordo com a medicina ayurvédica, tudo no universo é formado pelos cinco elementos básicos da natureza, chamados panchamaha-bhutas, inclusive o corpo físico. São eles: espaço ou éter, ar, fogo, água e terra. “O objetivo dessa ciência é estudar as influências desses elementos na natureza e no ser humano; dentro dessa filosofia o homem é um microcosmo do universo, o macrocosmo”, explica Cristiane Ayres.

Formação dos doshas

Ainda segundo a pesquisadora, os elementos se unem dois a dois para formar os doshas (humores biológicos), que atuam na nossa fisiologia, assim como na formação dos desequilíbrios psicofísicos. Espaço e ar formam o dosha Vata, fogo e água geram o dosha Pitta e água e terra formam o dosha Kapha. “Podemos afirmar que, quando existe equilíbrio, os doshas são as expressões fisiológicas dos cinco elementos. “Porém, quando ocorre uma desarmonia, tornam-se suas expressões patológicas”, complementa Cristiane Ayres

Relação dos doshas com o corpo

Todas as pessoas têm os três doshas, acrescenta Ana Maria de Araújo, médica especialista em saúde da mulher e medicina ayurvédica. Os doshas se relacionam com os elementos e com certas funções biológicas. “O dosha Vata é responsável por todos os movimentos e trocas no corpo; o dosha Pitta é responsável pelas secreções digestivas, pelo calor orgânico e pela mente clara; o dosha Kapha é responsável pela nossa imunidade, força muscular e memória”, define.

Dosha Vata

O dosha Vata, espaço e ar, é frio, leve, seco, móvel e rápido, atua principalmente nas funções excretória e nervosa. No tubo digestivo localiza-se no intestino grosso. Vata desequilibrado ou patológico gera um quadro clínico relacionado ao aumento de espaço e ar (movimento) no nosso corpo físico: secura, frio, perda de peso, inquietação, gases, prisão de ventre, ansiedade, medos, depressão e insônia.

Dosha Pitta

O dosha Pitta, fogo e água, é quente, moderado e oleoso (úmido), atua principalmente na função metabólica e digestiva. No tubo digestivo localiza-se no estômago e no duodeno (intestino delgado). Pitta desequilibrado ou patológico promove um quadro clínico relacionado ao aumento de fogo e água (calor e umidade) no nosso corpo físico: azia, queimação abdominal, fezes soltas, calor no corpo, aumento da sudorese (suor), pele sensível e vermelha, olhos vermelhos, irritabilidade e agressividade.

Dosha Kapha

O dosha Kapha, água e terra, é pesado, oleoso (úmido), frio e lento, atua na função estrutural e de lubrificação dos tecidos. Kapha desarmônico ou patológico gera um quadro clínico relacionado ao aumento de água e terra no nosso corpo físico: peso corporal aumentado, lentidão, preguiça, oleosidade, secreções, embotamento mental.

Redação Edicase

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *