Veja como fazer a dieta livre de glúten corretamente

Veja como fazer a dieta livre de glúten corretamente
Alimentação sem glúten favorece o trânsito intestinal (Imagem: Baibaz | Shutterstock)

A dieta sem glúten costuma ser seguida por pacientes celíacos, isto é, pessoas intolerantes ao glúten. Mas também oferece benefícios para quem precisa emagrecer e melhorar o funcionamento intestinal. Por isso, os especialistas em nutrição Ricardo Zanuto, Daniela de Almeida e Vivian Cognetti explicam quais alimentos consumir ao adotar a dieta. Veja!

Alimentos que contêm glúten

Segundo Ricardo Zanuto, nutricionista esportivo, o glúten está presente no trigo, na aveia, no centeio, na cevada e no malte, mas também em alimentos que utilizam esses ingredientes, como bolos, pães e pizzas. Contudo, para quem pretende seguir uma dieta sem glúten, o profissional explica que esses alimentos não devem ser retirados definitivamente da alimentação, mas com o acompanhamento de um nutricionista.

Sintomas de intolerância ao glúten

O consumo de glúten pode causar inflamação a pessoas que são intolerantes a essa proteína. “Os sintomas, normalmente, são: intestino preso ou solto, gases, inchaço e sensação de empanzinamento”, lista Daniela de Almeida, nutricionista funcional e esportiva.

Mesa de madeira com dois recipientes com farinha de arroz
Farinha de arroz não possui glúten (Imagem: RHJPhtotos | Shutterstock)

Alimentos livres de glúten

Segundo a nutricionista Vivian Cognetti, algumas opções de alimentos sem glúten para inserir no dia a dia são:

  • Tapioca: fonte de carboidrato, pode substituir os pães;
  • Fécula de batata e farinha de arroz: podem ser opções para substituir a farinha de trigo no preparo de bolos;
  • Massas à base de milho: podem substituir as convencionais à base de farinha de trigo;
  • ​Frutas, legumes e verduras.

​Mas, se você estiver no supermercado e bater aquela dúvida, não se apavore. “Uma dica é sempre olhar o rótulo dos produtos. Por lei, é obrigatório o fabricante deixar claro se contém ou não glúten”, indica a nutricionista.

Combinada com a dieta sem lactose

A dieta sem glúten também pode ser combinada com a dieta sem lactose, mas é preciso cuidado para não ficar com falta de nutrientes. “Caso um indivíduo queira retirar o glúten, a lactose ou qualquer outro tipo de nutriente da alimentação, o recomendado é buscar um nutricionista para que ele faça as devidas substituições, evitando que o organismo tenha algum tipo de déficit”, recomenda Ricardo Zanuto.

Caso você seja intolerante à lactose ou opte por fazer uma dieta excluindo alguns desses alimentos, precisa substituí-los para que a dieta não tenha efeito contrário. “Excluir a lactose da alimentação consiste também em excluir vários nutrientes. Para que isso não ocorra, a pessoa deve consumir diariamente alimentos que contenham cálcio na composição, como salmão, sardinha, figo seco, aveia e feijão-branco”, orienta o nutricionista esportivo.

Ainda segundo Ricardo Zanuto, outro excelente substituto é o brócolis, “que é uma excelente fonte de cálcio, vitamina A, possui quantidades muito significativas de proteína e ferro, é pouco calórico e tem alto teor de fibras”.

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *