Craques da Copa: conheça a brilhante trajetória de Cristiano Ronaldo

Craques da Copa: conheça a brilhante trajetória de Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo é a promessa da Seleção de Portugal para a Copa do Mundo (Imagem: Shutterstock)

Um dos maiores destaques da Seleção Portuguesa, Cristiano Ronaldo acumula recordes e vitórias ao longo de sua carreira. Apesar de o camisa 7 estar, atualmente, sem clube, não por falta de propostas, ele segue sendo a grande promessa dos torcedores portugueses para conquistar o primeiro Mundial do país. 

Conhecido por jogadas e dribles brilhantes, no primeiro jogo disputado na Copa do Mundo de 2022, contra Gana, o craque quebrou um novo recorde e se tornou o primeiro jogador masculino a fazer gols em cinco Copas, deixando para trás os fenômenos Pelé, Uwe Seeler e Miroslav Klose. 

“Mais um recorde, único jogador a marcar em cinco Mundiais consecutivos, é um motivo de grande orgulho. E muito feliz pela equipe inteira ter feito uma excelente exibição, difícil, mas justa e vencedora”, disse Cristiano Ronaldo após o jogo.

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Começo de carreira 

Nascido em 5 de fevereiro de 1985, na cidade de Funchal, na Ilha da Madeira, Cristiano Ronaldo do Santos Aveiro, também conhecido como CR7, começou a jogar futebol ainda criança com os amigos na rua. Com um talento nato, aos 9 anos estreou no Clube de Futebol Andorinha de Santo Antônio e, devido às suas habilidades, logo chamou atenção do Clube Desportivo Nacional, que o contratou em 1995. Pelo sucesso no time, após 2 anos, o jogador migrou para o Sporting Clube de Portugal, em que sua carreira deslanchou. 

Revelação no Sporting Clube 

Em 1997, Cristiano Ronaldo fez um teste para o Sporting de Lisboa e, com 12 anos, entrou para a categoria de base do time. No entanto, aos 15 anos, o atleta foi diagnosticado com problemas cardíacos e teve que se afastar dos campos para realizar uma cirurgia. Apesar disso, o problema foi só um susto, e ele foi liberado para voltar a treinar depois de alguns dias do procedimento.  

Em 2002, na pré-eliminatória da UEFA Champions League, o jogador estreou como profissional em um jogo contra o Moreirense. Na partida, ele marcou 2 gols sobre a vitória de 3 a 0 contra o time, consequentemente chamando atenção dos olheiros. 

Assim, em 2003, em um amistoso contra o Manchester United para celebrar a inauguração do Estádio José Alvalade, as jogadas do garoto se destacaram novamente quando ele ganhou de 3 a 1 sobre os diabos vermelhos. Daí, o então técnico do time adversário, Sir Alex Ferguson, pediu a sua contratação. Cristiano encerrou a jornada pelo Sporting com 31 jogos e 5 gols. 

Cristiano Ronaldo com o uniforme do Manchester United jogando bola em um campo de futebol
Jogando pelo Manchester United, o CR7 conquistou feitos que marcaram a sua carreira (Imagem: Shutterstock)

Trajetória no Manchester United 

Aos 18 anos, o craque começou a jogar no clube pelo valor de 15 milhões de euros e vestiu pela primeira vez a famosa camisa 7. A contratação do CR7 foi um ponto positivo para o time e rendeu, na primeira temporada, a conquista da Copa da Inglaterra, com direito a gol da vitória de 3 a 0 sobre o Millwall na final. 

Atuando pelo time, Cristiano tornou-se ídolo do futebol na Inglaterra e no mundo. Além disso, alcançou feitos que marcaram a sua carreira. Em 7 anos pelo diabo vermelho, ele ganhou os seguintes títulos: 

  • Champions League (2008 e 2009); 
  • Premier League (2006/2007, 2007/2008 e 2008/2009); 
  • Copas da Inglaterra (2003 e 2004); 
  • Copas da Liga Inglesa (2005/2006 e 2008/2009); 
  • Mundial de Clubes (2008); 
  • Supertaça da Inglaterra (2007 e 2008). 

Ainda, o craque foi eleito, pela primeira vez, como o melhor jogador do mundo em 2008, deixando para trás o argentino Messi e o espanhol Fernando Torres. Em 2009, ele se despediu do Manchester United com um excelente resultado de 196 partidas e 84 gols. 

Estreia na Seleção Portuguesa 

Cristiano Ronaldo estreou na Seleção Portuguesa em 2003. Porém, o primeiro gol com a camisa vermelha veio somente em 2004, durante a fase de grupos, na Europa, quando o craque marcou o único gol da derrota de 2 a 1 para a Grécia. Os portugueses também perderam para o time na final do campeonato.

Jogos disputados em Copa do Mundo  

Em 2006, ele estreou na Copa do Mundo, na Alemanha, e a seleção terminou em quarto lugar. Na disputa, o craque marcou o primeiro gol em um Mundial, contra o Irã. Em 2010, na África, Cristiano disputou quatro jogos e marcou o segundo gol da competição, na goleada de 7 a 0 contra a Coreia do Sul. No entanto, a equipe foi eliminada nas oitavas de final para a Espanha. 

No Brasil, em 2014, Portugal viveu a pior fase da história do clube em uma competição e foi eliminado ainda na fase de grupos. Cristiano Ronaldo marcou apenas um gol na edição, na vitória de 2 a 1 contra Gana. Em 2018, na Rússia, a sorte voltou a brilhar para o craque e, na melhor forma de começar a Copa, ele marcou 3 gols contra a Espanha. No entanto, a seleção foi eliminada nas quartas de final contra o Uruguai. 

Ao todo, pela Seleção de Portugal, até o momento, o atleta disputou 193 jogos e marcou 118 gols, alcançando o título de maior artilheiro da história da seleção. No Catar, Cristiano disputa a última Copa do Mundo, mesmo assim continua quebrando recordes e tornou-se o único jogador a marcar gols em todas as Copas de que participou. 

Passagem pelo Real Madrid  

Com 24 anos, o atleta foi contratado pelo Real Madrid por 94 milhões de euros, na transação mais cara do futebol até aquele momento. Na primeira temporada pelo time, o jogador português teve que abandonar a famosa camisa 7 e adotar a 9, uma vez que o número lendário já pertencia a Raúl González. 

Jogando pelo clube, o craque consagrou de vez a sua carreira e, até hoje, é considerado o melhor marcador da história do time. Segundo informações do site oficial do Real Madrid, ao longo da sua trajetória com a camisa blanca, ele alcançou vários recordes, como:  

  • Melhor marcador da história da Taça dos Campeões Europeus (105); 
  • Melhor marcador madridista na Liga (312); 
  • Maior número de gols na história da Liga (39); 
  • Maior número de pontos em uma temporada (61). 

No total, Cristiano jogou nove temporadas pelo clube e, devido a divergências financeiras, já que o Real Madrid relutava em aumentar o seu cachê, em 2018 ele se despediu dos blancos, com o marco de 311 gols em 292 partidas. 

Recorde de prêmios no time merengue 

Durante a sua atuação pelos merengues, o jogador não quebrou somente recordes, como também ganhou importantes prêmios que o tornaram ídolo de gerações, como: 

  • 4 Champions League; 
  • 3 Mundiais de clubes; 
  • 3 Supertaças Europeias; 
  • 2 Ligas; 
  • 2 Taças do Rei; 
  • 2 Supertaças da Espanha.
Cristiano Ronaldo comemorando gol com a camisa do Juventus
Cristiano Ronaldo é o 12º maior artilheiro do Juventus (Imagem: Shutterstock)

Estrela do Juventus

No dia 10 de julho de 2018, foi anunciada a transferência de Cristiano para o Juventus, mas a sua estreia pelo time ocorreu somente em 19 de agosto em uma partida contra o Chievo, da Itália, pelo Campeonato Italiano. No entanto, o primeiro gol do craque pelo time foi marcado dias depois, em um amistoso de preparação contra o time B do clube. Em 7 minutos de partida, o atleta marcou o primeiro gol do que seria a vitória de 5 a 0. 

Na estreia da Liga dos Campeões da UEFA, contra o Valencia, Cristiano não teve a mesma sorte. Após um desentendimento com Jason Murillo, ele levou cartão vermelho e foi expulso da partida. Em 2019, o craque levantou a primeira taça com a camisa do clube, ao marcar o gol da vitória de 1 a 0 contra o Milan e conquistar a Supercopa da Itália. 

Daí em diante, o jogador deu continuidade à sua caminhada rumo ao sucesso e venceu duas vezes o Campeonato Italiano, conseguiu mais uma Supercopa da Itália e ganhou, pela primeira vez, a Copa da Itália. Pelo Juventus, Cristiano colecionou 101 gols, 133 jogos e tornou-se o 12º artilheiro do clube. Entretanto, em agosto de 2021, se despediu do time devido a crises financeiras. 

Retorno ao Manchester 

Após intensas negociações, ainda em 2021, Cristiano Ronaldo voltou a jogar pelo Manchester United. Contudo, o retorno ao time durou pouco e, em outubro de 2022, foi anunciada a saída do craque. Apesar da nota oficial do clube desejando “boa sorte no futuro”, a segunda passagem do jogador pelos merengues foi polêmica e marcada por declarações de insatisfação contra o técnico Erik ten Hag. 

Prêmios individuais do craque 

Com 28 anos de carreira e uma trajetória de sucesso, o craque coleciona uma extensa lista de prêmios. Entre eles, estão: 

  • Bola de Ouro (2008, 2013, 2014, 2016 e 2017); 
  • Bola de Ouro Dream Team (2020); 
  • Melhor jogador do mundo (2008 e 2016/2017); 
  • Melhor jogador da UEFA (2014, 2015/2016 e 2017); 
  • Chuteira de Ouro (2008, 2011, 2014 e 2015); 
  • Maior artilheiro de seleções da história pela FIFA (2022). 

A disputa pelo melhor do mundo 

Com uma longa estrada no futebol, o que não falta para o famoso CR7 são times para jogar. Bastou o Manchester United anunciar a sua saída para clubes do mundo inteiro lançarem propostas. Apesar dos rumores de negociação com o Al-Nassr, da Arábia Saudita, e de consultas do Flamengo sobre o cachê do craque, o futuro de um dos maiores jogadores de futebol ainda é incerto e pode ser decidido somente quando acabar a Copa do Mundo.

Vitoria Rondon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.