Dieta dos pontos: entenda como funciona

Dieta dos pontos: entenda como funciona
Perca peso comendo o que gosta

Método de emagrecimento não restringe nenhum tipo de alimento

Criada em 1966 pelo Dr. Alfredo Halpern, endocrinologista, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e chefe do grupo de Obesidade e Síndrome Metabólica do Hospital das Clínicas da USP, a dieta dos pontos tem como objetivo auxiliar no emagrecimento sem determinar quais alimentos devem ser ingeridos.

Criação da dieta dos pontos

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Ao longo do tempo de atendimento endocrinológico, o Dr. Alfredo Halpern percebeu que 80% dos seus pacientes buscavam um atendimento médico para perder peso. Ele também observou que as dietas indicadas pelos nutricionistas, apesar de serem saudáveis e balanceadas, eram rigorosas, o que fazia com que muitas pessoas desistissem do processo de emagrecimento.

Para solucionar esse problema, o Dr. Alfredo Halpern pensou em um procedimento que libera o paciente para comer de tudo, a única exigência é controlar a quantidade de pontos ingeridos por dia. Assim, basta administrar os pontos consumidos para não passar da quantidade estabelecida pelo médico com base no peso, idade, sexo e a quantidade de atividades físicas realizadas.

Cálculo dos pontos

Segundo Ricardo Zanuto, nutricionista e mestre em fisiologia, as calorias dos alimentos são convertidas em pontos. Nesse caso, 1 ponto equivale a 3,6 kcal. “Sabendo o valor calórico do alimento, você simplesmente o divide por 3,6. Como não há restrição de nenhum tipo de alimento, sabendo-se a informação nutricional do que se deseja consumir é possível fazer a conversão em pontos, principalmente quanto aos alimentos industrializados”, explica o especialista.

Desvantagem da dieta

Para Ricardo Zanuto, a principal desvantagem dessa dieta é que ela se preocupa apenas com a quantidade de alimentos ingeridos, e não com a qualidade. “[A Dieta dos Pontos] não tem um foco diretamente na escolha dos alimentos mais saudáveis, mas por sua característica quantitativa, e não qualitativa, o que pode trazer carências nutricionais severas”, alerta o nutricionista.

Regra da dieta dos pontos

Apesar de a dieta liberar qualquer tipo de alimento, é possível emagrecer cerca de 4kg por mês. O emagrecimento depende da restrição de pontos proposta e dos objetivos do paciente.

Em relação à qualidade dos alimentos, em uma nova versão da dieta proposta pelo Dr. Alfredo Halpern, foram banidos os alimentos com gorduras trans do cardápio, pois elas são responsáveis por alterar o colesterol.

“As gorduras trans comprovadamente aumentam o LDL (colesterol ruim) e diminuem o HDL (colesterol bom), podendo levar a quadros de dislipidemias”, garante Ricardo Zanuto.

Cuidado com o consumo da gordura trans

Para garantir que o alimento que você consome está livre de gordura trans, é essencial ler atentamente os rótulos. Se ele tiver mais de 0,2g de trans por porção, não hesite em devolvê-lo à prateleira.

O consumo de vários alimentos com um pouquinho dessa gordura pode fazer com que você ultrapasse facilmente a porção de 2g, que é o limite diário estipulado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para um adulto.

Benefício da dieta dos pontos

O nutricionista e fisiologista Ricardo Zanuto ressalta que a principal vantagem da Dieta dos Pontos é a possibilidade de fazer dieta sem precisar restringir nada que gosta ou está habituado a comer.

“Alguns a consideram prática, porém, andar o tempo todo com calculadora e tabelas à mão em cada refeição é inconveniente principalmente no início da dieta”, considera.

Confira outros conteúdos sobre alimentação na revista Dietas sem Segredos.

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.