Saiba como proteger o seu gato de doenças renais

Saiba como proteger o seu gato de doenças renais
As doenças renais são mais frequentes em gatos (Imagem: Shutterstock)

As doenças renais nos felinos são mais comuns do que imaginamos. Por isso, é importante que o tutor esteja atento para realizar o diagnóstico precoce e, assim, aumentar as chances de tratamento. Os rins também são muito importantes para os animais. Eles são responsáveis por filtrar o sangue para remover as substâncias nocivas ao organismo, como amônia, ureia e ácido úrico.

“Doenças renais são muito mais frequentes em gatos”, afirma o veterinário Marcio Waldman, fundador e CEO da PetLove. Os cálculos urinários, por exemplo, ocorrem com frequência em cães e gatos e se formam, normalmente, na bexiga e uretra.

De acordo com o veterinário, as causas são muito controversas cientificamente e ainda não se tem uma definição. Supõe-se que as origens sejam a baixa ingestão de líquidos, dietas que determinam um alto teor de cristais, como fosfatos, magnésio, oxalatos na urina, dietas que alteram o pH urinário, propiciando a atração desses cristais, alguns tipos de vírus etc.

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Sintomas dos cálculos urinários

Os sintomas dos cálculos urinários vão desde alteração na cor urinária até dificuldade na micção. O veterinário alerta que se o seu gato começar a mostrar alguns desses sintomas, deve-se levar imediatamente ao veterinário, pois ele é a pessoa mais indicada para diagnosticar e sugerir o tratamento.

Necessidade de cuidados com a alimentação

As doenças renais podem ser de origem genética, mas, na maioria dos casos, elas se manifestam devido a uma alimentação errada, pouca ingestão de água e a disposição do animal. “Muitos donos não se preocupam com a comida e água do felino. Acham que são animais independentes. Os gatos devem comer ração de qualidade e beber muita água fresca em bebedouros limpos para evitar a proliferação de bactérias”, afirma a veterinária Ronivaina Almeida.

Gato cinza com um pote de ração em sua frente
O cuidado com a alimentação do gato é importante para evitar doença renal (Imagem: Shutterstock)

Tipos de tratamento

Marcio Waldman diz que, como as causas dos problemas renais são muito variadas, não se pode afirmar se existe uma cura definitiva para todos os casos. Porém, no caso dos cálculos urinários, existe controle para evitar o reaparecimento dos sintomas e da doença propriamente dita.

“O tratamento é multidisciplinar. Após analisar o pet clinicamente e da posse dos resultados laboratoriais, o veterinário poderá sugerir alteração alimentar, estímulo para a ingestão de líquidos e, em alguns casos, a utilização de antibióticos, caso haja infecção urinária concomitante”, explica o veterinário.

Como prevenir as doenças renais

  • Deixe sempre água limpa, filtrada e fresca para seu gatinho;
  • Não dê resto de comida humana a ele;
  • Pergunte ao veterinário qual a melhor dieta para o seu felino;
  • Fique atento às mudanças de comportamento;
  • Urina de cor esbranquiçada, alaranjada ou avermelhada é sinal de alerta. Procure imediatamente um veterinário.

Lembre-se: os pets devem ser levados ao veterinário periodicamente, para que estejam sempre com a saúde em dia.

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.