Veja os cuidados importantes ao dar banho em seu animal de estimação

Veja os cuidados importantes ao dar banho em seu animal de estimação
O banho de pets em casa necessita de cuidados (Imagem: Shutterstock)

Além de deixar o seu animal de estimação limpinho e cheiroso, os banhos também são importantes para evitar problemas dermatológicos. Contudo, alguns cuidados com o banho em casa são fundamentais para garantir a segurança do pet.

Hora do banho  

De acordo com Maria Cecilia Rorig, médica veterinária e professora do curso de Medicina Veterinária da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), o primeiro passo para dar banho no seu pet em casa é “providenciar um local adequado, evitando o risco de fugas e de alterações bruscas de temperatura ambiente”.  

Para garantir a segurança do bichinho, também é importante tomar cuidado com o piso, para evitar que o animal escorregue ou caia. Além disso, a temperatura da água também deve ser agradável (de morna a fria). 

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Fabio da Silva Chavier, médico veterinário do Hospital Veterinário, Pet Shop & Hotel Sena Madureira, acrescenta que também é preciso proteger a orelha do pet com algodão, para evitar a entrada de água, e tomar cuidado para que o xampu não entre em contato com os olhos do animal.  

Homem dando banho em cachorro marrom coberto de espuma
É importante utilizar produtos específicos para a pele do animal (Imagem: Shutterstock)

Produtos indicados    

Tanto o xampu quanto o condicionador devem ser específicos para cães ou para gatos, de acordo com a raça e respeitando o tipo de pelo e pele do bichinho. Ademais, conforme explica Maria Cecilia Rorig, é preciso seguir as recomendações contidas na embalagem. 

Atenção após o banho   

Depois de dar banho no seu cão ou gato, é importante secá-lo muito bem, pois deixar a pele e os pelos úmidos pode contribuir para a proliferação de bactérias e fungos que causam doenças dermatológicas.  

Para isso, conforme explica a médica veterinária Maria Cecilia Rorig, deve-se utilizar uma toalha macia para retirar o excesso de água do animal. Ao usar o secador, é preciso ter extremo cuidado com a temperatura para evitar queimaduras. 

Para a escovação de animais com a pelagem longa, ela indica “escolher escova adequada para o tipo de pelo”. Além disso, evitar perfumes e outros produtos de uso humano são outras recomendações da profissional.  

Frequência dos banhos  

A frequência dos banhos dos pets pode variar de acordo com a raça e o estilo de vida do animal. Contudo, de acordo com Fabio da Silva Chavier, é indicado dar banho nos cães a cada 7 ou 10 dias.  

Os gatos são animais que realizam a própria higienização. Por isso, segundo a médica veterinária Maria Cecilia Rorig, o recomendado é evitar os banhos. Assim, evita-se também “o estresse excessivo que pode ser causado pelo banho, transporte, ruídos e, até mesmo, contato com outros animais”. 

Fabio da Silva Chavier, por sua vez, orienta dar banho nos gatos com pelos longos a cada 30 dias e escová-los diariamente. Os felinos com a pelagem curta, de acordo com o profissional, podem tomar banho a cada 6 meses.   

Laleska Diniz

Jornalista pela PUC-SP e pós-graduanda em Marketing pela USP. Apaixonada por produção de conteúdo, trabalha há quase 6 anos com comunicação. Na EdiCase, produz textos sobre os mais variados assuntos para revistas impressas e digitais e portal de notícias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.