Conheça os benefícios da drenagem linfática na gravidez

Conheça os benefícios da drenagem linfática na gravidez
Drenagem linfática estimula o conforto durante a gravidez (Imagem: Shutterstock)

A gestação é uma fase de muitas mudanças hormonais e posturais. O corpo passa a ter retenção hídrica e, com isso, há sobrecarga, o que causa os indesejáveis edemas. Para ajudar a amenizar os sintomas, a drenagem linfática manual (DLM) é uma boa opção. Trata-se de uma ótima ferramenta na diminuição dos edemas, principalmente nos membros inferiores. 

Muitas vezes as gestantes ficam mais sensíveis por conta das transformações do organismo e emocionais. O toque com carinho e amor gera uma grande liberação de endorfinas, desencadeando sensações de bem-estar e conforto. Essas sensações são comprovadas cientificamente.

Como funciona a drenagem linfática manual?

Por meio de estímulos mecânicos realizados com as mãos, o terapeuta primeiramente desbloqueia os gânglios linfáticos, que são os órgãos responsáveis por filtrar o líquido, reconhecer agentes agressores (bactérias, vírus etc.) e produzir células de defesa (sistema imunológico)

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Há muitos gânglios linfáticos nas regiões do pescoço, axilas, crista ilíaca e parte interna das coxas. Ao realizar os desbloqueios, a intenção é diminuir as concentrações de toxinas e líquidos e direcionar as manobras de captação da linfa para essas regiões. 

Mulher gravida deitada com uma mulher fazendo massagem em sua barriga
Drenagem linfática melhora o sistema imunológico das gestantes (Imagem: Shutterstock)

Casos em que a drenagem linfática é indicada

A drenagem linfática manual é indicada para casos de edemas, pré e pós-cirúrgico, serve para combater celulite, diminuir dores e cansaço dos membros inferiores, principalmente nas gestantes, melhorar o funcionamento do sistema imunológico e auxiliar na eliminação de toxinas. 

No pré-cirúrgico, a DLM diminui a quantidade de líquidos e toxinas que possam vir a atrapalhar o processo de regeneração celular. No pós-cirúrgico, ela evita as fibroses (regiões intumescidas) e no caso da lipoaspiração auxilia no processo cicatricial. 

Contraindicações da drenagem  

As principais contraindicações, nesse caso, se apresentam para pessoas com neoplasias (tumores malignos), trombose, doentes renais e cardíacos (com exceção dos que possuem liberação médica), pele com alergias ou outras lesões, hipertensos (com exceção daqueles que são liberados pelo médico). 

Sem riscos para gestantes  

Em relação às grávidas, não há risco de realizar DLM, mas o ideal é que o médico que acompanha o pré-natal esteja de acordo. A drenagem linfática manual é uma massagem suave, não causa dor e não deixa marcas. Ela não elimina gordura pela urina ou por qualquer outra via do corpo, apenas líquidos e toxinas. 

Por Edjasto Ferreira  

É formado em Massoterapia pela Escola Oriental de Massagem e Acupuntura (EOMA) e em Estética e Cosmetologia pela Anhembi Morumbi. É especialista em Acupuntura, Terapia Ortomolecular e Fitoterapia. 

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.