Estude para o Enem: entenda o que é a biologia celular

Estude para o Enem: entenda o que é a biologia celular
Entenda o estudo da biologia celular (Imagem: Shutterstock)

A citologia estuda os componentes das células e suas funções

Por Tao Consult

A biologia celular, também conhecida como citologia, estuda os componentes das células e suas funções. Entre as estruturas celulares mais comuns, podemos citar a membrana citoplasmática, as mitocôndrias, o complexo de Golgi, o retículo endoplasmático, os lisossomos, entre outros.

> Administração pública: tudo sobre o assunto cobrado nos concursos

A importância da biologia celular

A biologia celular baseia-se no conhecimento das diversas estruturas celulares existentes, bem como na interação entre elas. Isso inclui o mapeamento das células do corpo humano e de microrganismos, que podem ou não serem patogênicos (causadores de doenças). Esse entendimento permite criar medicamentos que estimulam determinadas funções celulares de combate a esses invasores.

Células procariontes e eucariontes

Em geral, as células só podem ser vistas através de um microscópio, contudo, podemos considerar os seres vivos como unicelulares (possuem uma célula) ou pluricelulares (várias células). Quanto à estrutura, podem ser procariontes ou eucariontes.

> 10 filmes para ensinar empreendedorismo para crianças

Procariontes

Não apresenta uma membrana envolvendo o núcleo, portanto, o conteúdo nuclear permanece misturado com os outros componentes celulares. Os únicos seres pertencentes a esse grupo são as cianobactérias e as microbactérias.

Eucariontes

No núcleo da célula eucariótica fica “guardado” o material genético. Em volta do núcleo existe uma membrana que o separa do citoplasma.

Estrutura da célula eucariótica

Membrana plasmática

Consiste em um envoltório composto por fosfolipídios e proteínas encontradas em todas as células vivas. Com grande capacidade de movimentação e deslocamento, a membrana plasmática apresenta uma significativa importância na retenção e no transporte de outras moléculas.

Parede celular

Estrutura que envolve a membrana celular dos vegetais. É composta por acúmulo de celulose e é permeável à água.

> Estude para o Enem: conheça 10 problemas ambientais que afetam o planeta

Núcleo

É o responsável pelo controle de todas as funções celulares. Possui duas funções básicas: regular as reações químicas que ocorrem dentro da célula e armazenar suas funções genéticas. Algumas organelas são exclusivas do núcleo, como o nucléolo (corpúsculo esférico rico em RNA ribossômico), a carioteca (membrana nuclear lipoproteica) e o nucleoplasma (líquido viscoso que preenche o núcleo).

Mitocôndria 

Uma das mais importantes estruturas da célula. Ela é responsável por realizar a respiração celular e produzir energia para todas as atividades. A energia liberada na respiração celular é armazenada em uma substância chamada ATP (adenosina trifosfato).

Lisossomos 

Fazem a digestão de partículas do meio externo e renovam as estruturas celulares através da autofagia (reciclagem de componentes velhos).

> Inscrições para o Enem 2022 começam hoje; estude sobre os acontecimentos que marcaram a Idade Média

Estudo do componente das células e suas funções
Estudo do componente das células e suas funções (Imagem: Shutterstock)

Complexo de Golgi

Nas células eucarióticas, essa estrutura é formada por bolsas achatadas lado a lado. Ela processa, transforma e envia substâncias para vários lugares das células, além de atuar na secreção de certas substâncias.

Peroxissomos

Estruturas em forma de vesículas que contém enzimas relacionadas a reações do oxigênio. Uma das enzimas é a catalase, que facilita a decomposição da água oxigenada em água e oxigênio. Além disso, os grandes peroxissomos existentes nos rins e no fígado têm um importante papel na destruição das moléculas tóxicas.

Centríolos

Orgânulos citoplasmáticos encontrados em quase todas as células (com exceção dos organismos procariontes e dos vegetais). Essa estrutura é responsável por originar os cílios e os flagelos.

Citoesqueleto

Conjunto de filamentos que formam a rede hialoplasmática (microfilamentos e microtúbulos). Os microfilamentos são constituídos de uma proteína chamada actina. Já os microtúbulos são constituídos de uma proteína chamada tubulina. Há dois exemplos em que o citoesqueleto é bastante conhecido: na contração muscular e no batimento dos cílios e flagelos.

Cloroplastos

É específico das células vegetais. A estrutura é responsável pela fotossíntese (absorção de energia eletromagnética da luz solar e conversão em energia química).

Parede celular

É um envoltório externo, espesso e relativamente rígido. Essa estrutura permite e protege o crescimento celular.

> Tipos de argumentação: veja maneiras de enriquecer o desenvolvimento da sua redação

Vacúolos

São grandes vesículas originadas no retículo endoplasmático e no complexo golgiense. São responsáveis pelo armazenamento de substâncias, controle osmótico e manutenção do pH da célula.

Trocas entre as células

Em relação às trocas entre as células e o meio externo (através da membrana externa), podemos citar:

Transporte passivo: sem gasto de energia.

Transporte ativo: com gasto de energia. Passagem de íons e substâncias contra o gradiente de concentração. Esse tipo de transporte depende das moléculas transportadoras (proteínas).

Difusão: passagem do meio de maior para o meio de menor concentração.

Osmose: passagem de solvente (água).

Diálise: passagem de soluto (sólido).

Difusão facilitada: acelerada por moléculas de proteínas existentes na membrana.

Transporte em bloco: endocitose (englobamento) e fagocitose (eliminação).

Prepare-se para o Enem: estude sobre outros conteúdos cobrados nas provas

Redação EdiCase

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *