Riso ajuda a combater doenças

Riso ajuda a combater doenças
Riso e bom humor são benéficos para a saúde

Veja como o humor pode ser utilizado positivamente na medicina

Houve um período em que o riso era quase que proibido. Durante a Idade Média, ele não era permitido durante ritos oficiais, pois era tido como algo subversivo. Mas era autorizado em ocasiões festivas, como o Carnaval.

Humor para o bem-estar

Hoje, há diversos estudos que relacionam o riso e o bom humor com a boa saúde. Sabe-se, inclusive, que o riso é responsável por ativar no cérebro os quatro hormônios da felicidade: endorfina, serotonina, dopamina e oxitocina.

Além disso, o humor pode contribuir para melhorar a resposta imunológica, reduzir dores, diminuir a ansiedade e o estresse e até mesmo aumentar a disposição física.

Riso na medicina

Hipócrates, considerado o pai da medicina, já utilizava animações e brincadeiras na recuperação de pacientes durante o século IV a.C. Atualmente, associado a outros tipos de cuidados terapêuticos, o riso também é utilizado por médicos como fator para reduzir dores físicas, ansiedade e estresse de pacientes.

A terapia do riso, por exemplo, é muito utilizada em hospitais e institutos durante o tratamento do câncer infantil, e tem se mostrado positiva para a melhora do estado clínico e psíquico das crianças.

Doutores da Alegria

Os Doutores da Alegria é um grande exemplo desse tipo de trabalho realizado em hospitais. Fundada pelo ator, palhaço e empreendedor social Wellington Nogueira, em 1991, a organização artística leva, por meio de profissionais formados em Artes Cênicas e com experiência na linguagem do palhaço, o riso para crianças hospitalizadas, seus acompanhantes e profissionais de saúde.

Hora das piadas

Agora, se você está precisando de um pouco de alegria, confira abaixo algumas piadas que selecionamos para você e aproveite de todos os benefícios do riso!

Animal de duas patas

Durante a aula de ciências, a professora explica:

— Os cachorros, os gatos e os cavalos são animais de quatro patas e, por isso, chamam-se quadrúpedes.

Em seguida, ela aponta para um dos alunos e pergunta:

— Você, que tem duas pernas, como se chama?

Espantado, o garoto responde:

— Ora, me chamo Vinicius, professora.

Ortografia correta

No escritório, o chefe fala para o funcionário:

— O senhor não sabia que a palavra “arredar” se escreve com dois “R”?

Prontamente, o homem responde:

— Sabia, mas este teclado só tem um “R”.

Profissão do pai

Durante o jantar, a mãe pergunta ao filho:

— Márcio, você será oftalmologista como o papai?

O garoto pensa um pouco e responde:

— Não! Serei dentista.

— Mas por quê?

— Porque as pessoas só têm dois olhos, mas têm trinta e dois dentes.

Papagaio perigoso

Um carteiro chega na casa de uma senhora e avista uma placa, na qual está escrito: “Cuidado com o papagaio”. Ele, então, diz para si mesmo:

— Isso só pode ser brincadeira. Ninguém tem medo de papagaio.

Assim que ele entra no quintal, o papagaio grita para o cachorro:

— Pega, Rex! Pega, Rex!

Confira outras piadas na revista Piadas para Todos.

Laleska Diniz

Jornalista com formação pela PUC-SP. Apaixonada por produção de conteúdo, trabalha há quase 4 anos com comunicação. Na EdiCase, produz textos sobre os mais variados assuntos para revistas impressas e digitais, portal de notícias e Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *