Tartaruga Jonathan: conheça o animal terrestre mais velho do mundo

Tartaruga Jonathan: conheça o animal terrestre mais velho do mundo
Tartaruga Jonathan é o animal mais velho do mundo (Imagem: Reprodução Twitter / @sthelenatourism)

Neste ano, a famosa tartaruga Jonathan completa 190 anos. Habitante da Ilha de Santa Helena – a mesma em que Napoleão Bonaparte morreu exilado em 1821 –, o animal terrestre, segundo estipulam especialistas (com base nas medidas de sua concha), nasceu por volta de 1832 e é, atualmente, o ser vivo mais antigo do planeta. Inclusive, conforme o Guinness World Record, é o quelônio (categoria que engloba todas as tartarugas e cágados) mais velho de todos os tempos. 

Chegada da tartaruga à Ilha de Santa Helena 

Considerado um dos moradores mais famosos da Ilha de Santa Helena, Jonathan foi dado de presente a Sir William Grey-Wilson e levado ao remoto território britânico do Atlântico Sul quando o tutor se tornou governador do local. Desde então, a tartaruga permanece no Plantation House, nome dado à residência oficial do governador da ilha, e viu a passagem de outros 31 governadores. 

Recorde de quelônio mais antigo 

De acordo com Matt Joshua, chefe de turismo de Santa Helena, em entrevista para a CNN, apesar dos especialistas estipularem que o animal tenha 190 anos, ele pode ser ainda mais velho, pois ninguém sabe a sua idade exata. “Jonathan pode realmente ter 200 anos, porque as informações sobre sua chegada à ilha não são exatas e porque não há registro real de seu nascimento”. 

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Apesar disso, uma fotografia tirada por volta de 1882 pode comprovar a sua idade. Nela, a tartaruga aparece já grande, por volta de 50 anos de idade, pastando em frente ao Plantation House. Antes de Jonathan ser eleito o animal terrestre mais velho do mundo, quem detinha o título era a tartaruga Tu’i Malila, que viveu 188 anos e morreu em 1965. 

Transformações mundiais 

Desde que Jonathan nasceu, ocorreram diversas transformações mundiais. O animal viveu por todo o reinado da rainha Vitória (1838-1901), do rei Jorge V (1911-1936) e, até mesmo, da rainha Elizabeth II (1953-2022). A tartaruga também estava viva quando a primeira foto de uma pessoa foi tirada, em 1838, pelo cientista francês Louis Daguerre da sacada de sua janela. 

Além disso, o gigante de quatro patas acompanhou importantes eventos, como: 

  • Primeira lâmpada incandescente (1878); 
  • Primeiro voo a motor (1903); 
  • Primeira Guerra Mundial (1914); 
  • Invenção da televisão (1927); 
  • Segunda Guerra Mundial (1939); 
  • A primeira viagem do homem à Lua (1969). 
Duas mulheres dando comida para a Tartaruga Jonathan
Tartaruga Jonathan precisa de ajuda para comer devido a perda da visão e do olfato (Imagem: Reprodução Twitter / @sthelenatourism)

Rotina de Jonathan 

Apesar das transformações que Jonathan acompanhou ao longo da vida, a rotina dele pouco mudou. Séculos depois, os seus hábitos continuam sendo os mesmos: comer, acasalar e dormir. Contudo, mesmo com sua longevidade, o tempo não foi inerente ao animal. Hoje, o gigante é alimentado por humanos, pois a velhice o deixou cego e sem olfato, o que não lhe permite encontrar a refeição. 

No entanto, segundo informações do Guinness World Record, a sua audição continua intacta. Ele ouve perfeitamente Joe Hollins, seu veterinário. Conforme relatado pelo especialista ao Guinness, mesmo com os sentidos afetados, Jonathan ainda possui muita energia, embora a disposição varie com o tempo. “Em dias ensolarados, ele toma banho de sol. Seu longo pescoço e pernas esticados totalmente para fora de sua concha para absorver o calor e transferi-lo para dentro”, disse o veterinário.

Vitoria Rondon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.