Bicicleta comum ou ergométrica: veja como escolher a melhor opção

Bicicleta comum ou ergométrica: veja como escolher a melhor opção
O ciclismo ajuda a prevenir e combater doenças (Imagem: Shutterstock)

A prática de pedalar traz vários benefícios para a saúde física e mental, seja a bike utilizada para lazer, locomoção ou como instrumento de esporte. O ciclismo praticado de forma regular ou diária previne o ganho de peso, combate e ajuda a evitar uma série de problemas de saúde, incluindo doenças cardíacas, câncer e diabetes.

Vantagens para adultos e crianças

Além desses benefícios, mais óbvios, posso citar vários outros. Nas crianças e adolescentes, por exemplo, a prática ajuda na melhoria da saúde óssea, composição corporal, aptidão muscular, resistência cardiorrespiratória. Nos adultos, melhora da circulação sanguínea, prevenção de peso, menor risco de morte precoce por AVC (acidente cerebral vascular), diabetes, pressão arterial.

E estes benefícios podem ser obtidos tanto para aqueles que preferem pedalar ao ar livre, quanto na ergométrica. As duas opções são válidas e o ideal é utilizar aquela que mais se encaixa no seu estilo. O que não pode é ficar parado!

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Casal andando de bicicleta ao ar livre na estrada de terra
Pedalar ao ar livre possibilita observar e conhecer várias paisagens (Imagem: Shutterstock)

Pedalar ao ar livre

Para quem não gosta de monotonia, pedalar ao ar livre é a melhor alternativa. A atividade possibilita observar e conhecer várias paisagens, encontrar pessoas diferentes e ainda é uma ótima opção de transporte. É o exemplo de exercício que permite equilibrar prazer à atividade e que pode trazer um grande alívio depois de um árduo dia de trabalho, por exemplo.

Uma das grandes vantagens de andar de bike ao ar livre é a boa quantidade de calorias gasta, o ciclismo é uma ótima ferramenta para o emagrecimento. Além de ser um exercício gratuito, promove uma sensação de liberdade. Pedalar ao ar livre durante um dia ensolarado, por exemplo, ajuda na produção de vitamina D no nosso organismo.

Uso bicicleta “indoor

Já a bicicleta “Indoor” é uma boa opção que atende bem uma variedade grande de necessidades, ela é mais segura e estável, reduz a incidência de lesões e consegue dar a chance para aquelas pessoas que nunca aprenderam a andar de bike, sem riscos de cair. Por estarem, na maioria das vezes, em um ambiente climatizado, possibilitam que a atividade seja feita em qualquer condição climática.

Além de garantir uma queima grande de calorias através de spinning, é ideal para aqueles que buscam mais intensidade e performance, enquanto a ergométrica é utilizada mais em séries de cardio, na musculação. A opção da “indoor” é ótima também para aqueles que não tiverem tempo de concluir o treino fora de casa, e colocam a bike no rolo para cumprir a atividade.

Ou seja, a minha dica é que você pratique a pedalada das duas formas, veja qual combina mais com o seu perfil e aproveite a prática!

Texto originalmente publicado na revista Bicicleta (Edição 120).

Por Bernardo Sampaio

Fisioterapeuta e diretor clínico do ITC Vertebral e do Instituto Trata, unidade de Guarulhos.

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.