Iogurte: veja como ele ajuda na prevenção e tratamento de doenças

Iogurte: veja como ele ajuda na prevenção e tratamento de doenças
Iogurte é rico em nutrientes (Foto: Shutterstock)

Rico em nutrientes, ele auxilia no funcionamento intestinal e na redução do colesterol

Existe uma grande variedade de sabores e consistências de iogurtes, o que faz com que o alimento seja apreciado por várias pessoas, desde crianças até adultos e idosos. Além disso, também é possível consumir o iogurte em lanches, ou utilizá-lo em receitas, como molhos de saladas, carnes e até sobremesas.

​> Conheça a dieta livre de glúten e saiba como incluir corretamente em sua alimentação​

Nutrientes presentes no iogurte

Além de toda a versatilidade, o iogurte é muito importante para a saúde por causa de sua riqueza nutricional. “O iogurte é um produto lácteo fresco, obtido pela fermentação do leite pelas bactérias Streptococcus thermophilus e Lactobacillus bulgaricus”, explica a nutricionista Daniela de Araújo Medeiros.

Ainda segundo ela, em relação ao valor nutricional, “o iogurte é uma excelente fonte de proteínas de alto valor biológico, cálcio, e várias vitaminas, como as vitaminas A, B1, B2, B6, B12, niacina, ácido pantotênico e ácido fólico. Este alimento é igualmente rico em minerais e permite também fornecer cálcio, fósforo, potássio, magnésio e zinco”.

Importante para o intestino

O consumo de iogurte ajuda a recompor as bactérias benéficas da flora intestinal, chamadas de probióticas. “Esses micro-organismos contribuem para fortalecer a imunidade. O intestino saudável é capaz de separar o que não faz bem e absorver os principais micronutrientes, como as vitaminas”, esclarece Daniela de Araújo Medeiros.

O iogurte possui vitaminas e mantém o equilíbrio da flora intestinal (Foto: Shutterstock)

Outras vantagens dos probióticos

A nutricionista Pollyanna Ayub acrescenta que os probióticos auxiliam na prevenção e tratamento de doenças, regulação da microbiota intestinal, inibição da carcinogênese e em distúrbios do metabolismo gastrointestinal como infecções intestinais.

“Os probióticos auxiliam também no estímulo da mobilidade intestinal, com consequente alívio da constipação intestinal, a melhor absorção de determinados nutrientes, a melhor utilização de lactose e o alívio dos sintomas de intolerância a esse açúcar, a diminuição dos níveis de colesterol, melhora o sistema imunológico, pelo estímulo da produção de anticorpos”, completa.

Fique atento ao rótulo do produto

Segundo a nutricionista Daniela Medeiros, existem diversos produtos no mercado enriquecidos com probióticos, mas nem todos deixam isso claro no rótulo, por isso é importante ficar atento aos ingredientes.

“Vasculhe a embalagem e atente para nomes como Bifidobacterium e Lactobacillus. São as bactérias do bem mais usadas nos alimentos – principalmente em iogurtes, leites fermentados e sobremesas lácteas. As principais fontes de probióticos são os leites fermentados e os iogurtes enriquecidos com lactobacilos vivos”, aconselha.

Entretanto, a especialista alerta que para obter as vantagens contidas nesses alimentos não é preciso exagerar. Uma dose diária é o bastante, se a dieta contar com o suporte de carboidratos específicos, os chamados prebióticos. Por isso, é sempre importante consultar um nutricionista para a elaboração de um cardápio equilibrado.

Leia mais sobre alimentação saudável na revista Bela Forma

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.