Dicas para cuidar do fígado durante a Copa do Mundo

Dicas para cuidar do fígado durante a Copa do Mundo
Fígado regula as substâncias enviadas ao organismo (Imagem: Shutterstock)

O fígado é um dos principais órgãos do corpo humano. Responsável por regular o metabolismo de vários nutrientes, como proteínas, carboidratos e lipídios, ele produz substâncias essenciais para o organismo. No entanto, para cumprir as suas funções, ele precisa estar livre de toxinas.

“O processo de digestão consiste na quebra dos nutrientes em moléculas cada vez menores, até o ponto de elas poderem ser absorvidas pela mucosa dos intestinos e depois lançadas na circulação sanguínea. Toda a circulação sanguínea do trato digestivo drena em direção à veia porta, de forma que nenhum nutriente ou substância ingerida consiga chegar ao resto do organismo sem antes passar pelo fígado”, explica o farmacêutico homeopata Jamar Tejada.

Função do fígado

É este órgão que filtra e estoca a energia necessária para o dia a dia. Também é o fígado que diz se a gordura ingerida será usada para gerar energia ou será armazenada. Se o consumo de gorduras está em excesso, o órgão transforma o glicerol e o ácido graxo em triglicerídeos, armazenando-os no tecido subcutâneo, criando camadas de tecido adiposo (os famosos pneuzinhos).

Receba as novidades sobre Saúde e Bem-estar, Astrologia, Beleza, Culinária e muito mais!

Mas, se o corpo precisar de fontes extras de energia, o tecido adiposo quebra os triglicerídeos novamente em glicerol e o ácido graxo, enviando-os de volta para o fígado para que eles possam ficar disponíveis como fonte de energia para as células.

Pessoas feliz ao redor de uma mesa tomando cerveja
Consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode causar sobrepeso (Imagem: Shutterstock)

Consequências do excesso de álcool

Quanto ao processo de ingestão de álcool, que pode acontecer durante essa época de Copa do Mundo, o farmacêutico homeopata explica que: “Os carboidratos e o excesso de ingestão de álcool são transformados em moléculas de glicose, que é a principal fonte de energia das células. Quando chega uma grande quantidade de glicose no fígado, ele libera uma parte em direção à circulação sanguínea e armazena outra sob a forma de glicogênio, para que esta possa ser usada como fonte de energia nos períodos de jejum ou atividade física”.

Mas, o consumo dessas bebidas também deve ser regulado, pois, assim como outros alimentos, em excesso pode causar problemas de saúde. “Se o fígado já está cheio de glicogênio, mas o indivíduo continua ingerindo excessos, o mesmo passa a ser transformado em triglicerídeos, sendo enviado para os tecidos subcutâneos, aumentando assim, os quilos na balança”.

Receita para limpar o fígado

Para dar uma mãozinha em tudo aquilo que o fígado possa estar acumulando nestes dias, Jamar Tejada deixa uma receita simples para colocar em prática durante os jogos da Copa do Mundo.

Ingredientes

  • 2 maçãs vermelhas cortadas em pedaços
  • 1 pera verde cortada em pedaços
  • 1/2 xícara de chá de mirtilos vermelhos frescos
  • 1 folha de couve picada
  • 1 pepino cortado em pedaços

Modo de preparo

Em um liquidificador, coloque todos os ingredientes e bata até obter uma consistência homogênea. Coe o suco e sirva em seguida.

A dica é consumir o suco por pelo menos 3 vezes na semana durante um mês para ajudar na desintoxicação do fígado. “Quanto melhor a qualidade nutritiva, melhor o fígado responderá e cumprirá suas funções essenciais na saúde do organismo”, finaliza Jamar Tejada.

Por Mayra Barreto Cinel 

Redação EdiCase

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.