Visagismo: técnica usada para harmonizar o visual

Visagismo: técnica usada para harmonizar o visual
Veja com qual estilo combina a sua personalidade

Veja como é possível escolher um corte de cabelo que realça a sua personalidade

Por Tao Consult

Visagismo é a arte de criar uma imagem pessoal que revela os traços da personalidade de uma pessoa, de acordo com suas características físicas e os princípios da linguagem visual (harmonia e estética), utilizando o corte, a coloração e o penteado do cabelo, entre outros recursos estéticos.

Como potencializar características?

O cabeleireiro e visagista Alan Kohler, do Versátil Centro de Mega Hair, esclarece que no momento de escolher a cor e corte de seus cabelos, vários aspectos devem ser analisados.

“É importante observar as características físicas, personalidade, estilo de vida e o modismo. A cor e o corte devem potencializar as características positivas e amenizar as características que não lhe agradam muito”, enumera.

Como encontrar o corte ideal?

Para encontrar um corte ideal para cada pessoa, a cabeleireira da Visual Hair Design, Rose Cogo, explica que é muito importante que o profissional converse bastante com a cliente, pois cada personalidade combina com um estilo.

“A beleza colérica transmite força, coragem e determinação, é uma cliente que vai optar geralmente por um corte repicado. Já a fleumática transmite segurança e paz, ela pode optar por um corte mais reto. O diálogo com a cliente é muito importante, só diante disso podemos analisar o tipo de temperamento de cada um”, afirma.

Realçar ou disfarçar

O hair stylist Jomas Lázaro, do salão de beleza Fino Capelli, também explica como chegar ao melhor corte. “É necessária uma avaliação de um visagista ou profissional com capacidade de interpretar o que a cliente gosta, o que fica bem ao seu formato de rosto, a fim de realçar os pontos mais bonitos e atenuar alguma característica que a cliente não goste. Além de externar uma informação sobre a personalidade ou qual o tipo de personalidade que ela gostaria que as outras pessoas identificassem nela”, acrescenta.

Informações para a escolha do visual

Muitas informações fazem parte do perfil que irá estabelecer o melhor visual para cada pessoa. “Perguntas sobre o momento emocional, onde a pessoa trabalha e sua função, se está precisando externar alguma característica, por exemplo. Sou uma pessoa antenada com a moda ou sou uma pessoa dominadora?”, questiona Jomas Lázaro.

Segundo ele, o principal questionamento deve ser sobre o temperamento da cliente, de acordo com o formato do rosto, “se é colérico, fleumático, sanguíneo ou melancólico. Estas informações influenciarão na escolha do visual”, ressalta o especialista.

Sem deixar a moda de lado

Entretanto, muitas pessoas pensam que, para elaborar um corte que combine, é necessário deixar a moda de lado, o que não é verdade. “É necessário primeiro conhecer o formato do rosto para não errar, depois deve-se fazer uma leitura da moda e adaptá-la não só ao seu formato, mas também ao seu tipo de cabelo. Assim como nas passarelas, as modelos também usam roupas que precisam de uma leitura para se extrair aquilo que fica bem para cada pessoa, também deve ser feito dessa forma para o cabelo”, explica Jomas Lázaro.

O que deseja expressar?

Lise Cogo, cabeleireira da Visual Hair Design, argumenta que o visagismo é muito importante para ajudar o cliente a realçar suas qualidades e sair satisfeito com o novo visual. Para isso, o visagista Alan Kohler declara que é muito importante que o cliente tenha consciência sobre o que sua imagem atual diz sobre ele mesmo e como está sendo visto.

A partir disso, ele pode pensar no que gostaria de mudar e em como gostaria de ser visto. “[O cliente] descobrirá que sua imagem tem uma influência poderosa sobre suas relações, tanto íntimas quanto profissionais. Essa conscientização leva à reflexão constante sobre o que realmente deseja expressar”, conclui.

Imagens projetadas

Cada corte projeta uma imagem diferente. Segundo o hair stylist do Fino Capelli, Jomas Lázaro, as linhas verticais transmitem estrutura enquanto as linhas horizontais transmitem estabilidade.

“Cabelos repicados ou desfiados dão a impressão de introversão. Já mulheres extrovertidas devem procurar linhas voltadas para fora. Franjas mostram uma mulher convencional. E as curvas nos cabelos demonstram romantismo e sensualidade”, afirma.

Características de cada grupo do visagismo

O visagismo divide as personalidades em quatro grupos. Para você saber a qual pertence, é possível buscar alguns testes simples em sites sobre o assunto ou procurar um profissional especializado em visagismo. O hair stylist Jomas Lázaro apresenta as características de cada perfil.

  • Sanguíneo – formato de rosto hexagonal

Tem testa estreita, com cabelos nascendo próximos aos olhos e sobrancelhas, e o queixo fino contrasta com as bochechas salientes. O mais indicado é suavizá-las, dando destaque para as mechas laterais. Tome cuidado para não exagerar no volume dos fios da parte superior da cabeça e fique longe de cortes muito curtos, que deixam este tipo de rosto ainda mais largo.

  • Melancólico – formato de rosto triangular

Tem testa larga e achatada, maçãs do rosto estreitas e queixo pequeno, como se fosse um triângulo invertido. Cortes com volume entre queixo e pescoço ajudam a compensar a desproporção da parte inferior da face. Mas tome cuidado para não deixar os fios em direção contrária ao rosto. Se a testa for muito longa, evite puxar os cabelos para trás, em topete, pois parecerá ainda maior. O melhor é uma franja mais leve com fios desfiados ou bem repicados.

  • Fleumáticos – formato de rosto quadrado ou redondo

Se for redondo, o ideal é alongar linhas com cortes que deixem as mechas laterais, médias ou longas, com as pontas viradas para o rosto e possibilitem a modelagem de topetes para criar o volume necessário na parte superior da cabeça. Evite cabelos muito curtos, com volume lateral excessivo ou repicados na altura do queixo.

Se for quadrado, é necessário desviar a atenção dos ângulos retos, privilegiando os comprimentos médios e longos. Cortes com pontas viradas para o rosto, em fios desfiados ou repicados apontando para o queixo e com aumento de volume no topo da cabeça são indicados para esse tipo de face. Se os fios forem lisos e o corte reto, experimente modelar a parte da frente em um topete.

  • Colérico – formato de rosto retangular

Este tipo de rosto é largo e anguloso, pois apresenta grande distância entre os olhos e o queixo, além de maxilares alinhados com a testa. Precisa suavizar o contorno facial, criando linhas que disfarcem o tamanho exagerado da face.

Uma boa opção é a franja falsa, com apenas alguns fios desfiados e laterais repicadas para deixar a testa menos evidente. Evite cabelos muito compridos, que destacam o formato alongado e o estilo superliso, com fios grudados na cabeça, pois não contribuem para suavizar o rosto.

Confira na revista Inspire-se Beleza mais dicas sobre cabelos.

Redação EdiCase

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *