Veja como a prática da Ioga pode melhorar sua saúde física e emocional

Veja como a prática da Ioga pode melhorar sua saúde física e emocional

Praticar Ioga auxilia no tratamento de doenças e contribui para a saúde como um todo

A Ioga, técnica milenar que une exercícios, relaxamento, controle respiratório e meditação, é capaz de promover maravilhas no organismo e ajudar a medicina a resolver inúmeros problemas de saúde. De acordo com a psicóloga e professora de Ioga, Laila Gadel Marinho, a Ioga gera saúde física e mental para quem a pratica.

Quais benefícios da Ioga para o corpo?

“As práticas físicas trabalham com exercícios de flexões, extensões, torções, permanências e inversões, com o objetivo de fortalecer e alongar a musculatura do corpo e melhorar a mobilidade da coluna”, explica a professora de Ioga. Dessa forma, também contribui para o fortalecimento e alongamento corporal, proporcionando uma melhor sustentação para a coluna e ajudando a combater desvios posturais.

Vantagens da Ioga para a mente 

Segundo Laila Gadel Marinho, as técnicas de respiração ajudam a aumentar a capacidade pulmonar, melhorando a oxigenação de todo o corpo. “Ajudando, assim, a combater diversos distúrbios psíquicos como ansiedade, depressão e síndrome do pânico”. Além disso, a prática propicia uma melhora da capacidade respiratória, da concentração, da qualidade do sono e do equilíbrio mental.

Como a Ioga auxilia no tratamento de patologias?

Atualmente, pessoas com bronquite, asma, depressão, doenças cardíacas e diversos outros problemas de saúde, buscam a Ioga por recomendações médicas. Isso porque, com ela, os pacientes passam a responder aos tratamentos de forma mais rápida e eficiente.

A Ioga ajuda a tratar corpo e mente

“É muito indicada para transtornos de fundo emocional e dores físicas como fibromialgia, dores nos ombros, enxaquecas entre outros”, acrescenta Laila Gadel Marinho. Segundo ela, ao praticar corretamente, todo o organismo, mente e energia entram em equilíbrio, fazendo com que a saúde flua pelo corpo.

Sem contraindicações para praticar Ioga

Além de todos esses benefícios, existe uma notícia ainda melhor: a Ioga não apresenta contraindicações. Entretanto, a professora Laila Gadel Marinho explica que algumas práticas devem ser adaptadas e determinadas posturas podem não ser indicadas dependendo do estado de saúde do paciente. Por isso, é importante buscar um profissional qualificado.

Tipos de Ioga

Como existem diversos tipos de Ioga, cada pessoa pode buscar o que mais se adequa às suas expectativas e gostos. A professora do Studio Maha diferencia alguns tipos.

Raja Ioga: é uma das modalidades de Ioga que trabalha mais o desenvolvimento da meditação, com um foco menor na parte física.

Iyengar: trabalha com o máximo de alinhamento postural, fazendo uso de acessórios que ajudam nesse alinhamento.

Hatha Ioga: trabalha o copo e a mente. O grau de dificuldade depende bastante do professor. Pode ser muito leve, visando mais alongamentos, ou muito fortes, exigindo bastante esforço físico.

Ashtanga Ioga: essa é uma prática mais forte, com menos permanência e mais fluidez nas posturas. É a mais aeróbica de todas.

Redação Edicase

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *